Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Introdução à morte e sofrimento

Por

Elizabeth L. Cobbs

, MD, George Washington University;


Karen Blackstone

, MD, George Washington University;


Joanne Lynn

, MD, MA, MS, Altarum Institute

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

A morte é uma parte intrínseca da vida e falar sobre o provável desfecho da doença, incluindo morte e sofrimento, é uma parte importante dos cuidados com a saúde. Os médicos e os pacientes diferem na linguagem usada e no nível de conforto em relação a essas discussões.

As pessoas também variam o seu nível de conforto em relação à quantidade de informações e envolvimento na tomada de decisões. Pessoas seriamente doentes e as mais próximas geralmente devem tentar entender a probabilidade do curso futuro da sua doença, bem como as opções para viver com suas incapacidades particulares, além da situação familiar.

As pessoas devem tornar conhecidas suas preferências sobre o tratamento e o apoio da família. Essas preferências são conhecidas como instruções prévias. Quem não fala com seus familiares e profissionais de saúde sobre as suas preferências de cuidado próximo do fim da sua vida pode receber tratamentos (como quimioterapia ou cirurgia) ou viver em situações (como um hospital ou casa de repouso) que elas não desejariam.

Mais informações

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
O corpo humano: Células, tecidos, órgãos e sistemas
Vídeo
O corpo humano: Células, tecidos, órgãos e sistemas

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS