Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Aborto

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

O que é o aborto?

O aborto é o término de uma gravidez por medicamentos ou cirurgia.

  • O aborto é uma das cirurgias mais comuns nos Estados Unidos

  • O aborto é muito seguro se for realizado por um médico qualificado em instalações médicas

  • Quanto mais cedo o aborto for realizado durante a gestação, mais fácil e seguro ele será

  • O aborto é perigoso se for realizado por pessoas sem qualificação (por exemplo, em locais onde o aborto é ilegal)

  • A mulher deve começar a usar um método contraceptivo logo após a realização de um aborto

O aborto é permitido por lei nas doze primeiras semanas de gravidez em todos os estados dos Estados Unidos. Realizar um aborto após a décima segunda semana pode ser contra a lei ou ter limitações em alguns estados dos EUA.

Quais são os tipos de aborto?

Há dois tipos de aborto:

  • Cirúrgico (mais comum)

  • Médico

No aborto cirúrgico, o feto é removido do útero através da vagina. Não é feita uma incisão. Geralmente, o médico insere um dispositivo de sucção através do colo do útero (a abertura do útero). O aborto cirúrgico costuma ser chamado de “D e E”.

No caso do aborto médico, o médico fornece uma medicação que causa a contração do útero e empurra o feto para fora.

O que acontece antes do aborto?

Antes do aborto, o médico:

  • Conversa com a mulher e a examina para saber se ela tem algum problema médico

  • Explica o procedimento de aborto

  • Oferece aconselhamento sobre alternativas antes de realizar o término da gravidez

  • Determina quão avançada está a gravidez geralmente por meio de uma ultrassonografia

  • Realizar exames de sangue

Depois disso, pode ser até mesmo possível fazer o aborto imediatamente. Contudo, alguns estados exigem um período de espera entre a consulta inicial e o aborto. Além disso, no caso do aborto cirúrgico, talvez seja necessário tratamento por um ou dois dias para dilatar o colo do útero. A necessidade de usar ou não esse tratamento depende de quão avançada está a gravidez.

O que acontece após o aborto cirúrgico?

O aborto cirúrgico é realizado em um consultório ou clínica.

Antes de iniciar, o médico:

  • Administra um antibiótico oral para prevenir infecções

  • Administra um tratamento para abrir o colo do útero, exceto quando a gravidez está em um estágio bastante inicial

A abertura do colo do útero é denominada dilatação. É isso que o “D” significa no termo “D e E”. Para dilatar o colo do útero, é possível que o médico:

  • Administre medicamentos por via oral ou vaginal

  • Insira um pouco de material no colo do útero

O material inserido pelo médico no colo do útero absorve água e incha, o que causa a dilatação do colo do útero. Às vezes, o efeito ocorre depois de apenas algumas horas, mas pode levar um ou dois dias.

Para realizar o aborto, o médico:

  • Administra um medicamento por via intravenosa para fazer com que a mulher fique sonolenta e não sinta a cirurgia

  • Injeta um medicamento anestésico na vagina próximo ao colo do útero

  • Insere um pequeno tubo flexível através do colo do útero e faz o esvaziamento do útero, terminando assim a gravidez

  • Às vezes, realiza uma raspagem do útero com um instrumento de metal para ter certeza de ele está completamente vazio

O que acontece quando o aborto é feito com medicação?

Geralmente, o médico realiza o aborto com medicação (comprimidos) apenas nas nove primeiras semanas de gestação. Depois disso, os abortos ficam mais complicados e geralmente precisam ser realizados cirurgicamente.

No caso de aborto médico antes da nona semana de gestação, a mulher, em geral:

  • Toma um medicamento por via oral na clínica

  • Toma outro medicamento em casa um ou dois dias depois

Às vezes, é necessário retornar à clínica para tomar o segundo medicamento.

Esse medicamento causa a contração do útero. A mulher sente cólicas, enjoo e tem sangramento vaginal conforme ocorre o esvaziamento do útero. Geralmente, o término da gravidez ocorre no prazo de 24 a 48 horas da ingestão do medicamento.

Geralmente, a mulher retorna ao médico em aproximadamente duas semanas para ter certeza que o útero está completamente vazio.

Quão seguro é o aborto?

Os abortos permitidos por lei realizados em instalações médicas são muito seguros.

  • Menos de uma em cada 100.000 mulheres vem a falecer

  • Menos de uma em cada 100 mulheres apresenta algum problema grave

  • Realizar um aborto não aumenta a chance de apresentar problemas em gestações futuras

Um número maior de mulheres tem complicações oriundas de um parto que de um aborto. Contudo, é preciso ter consciência de que utilizar métodos contraceptivos é mais seguro que realizar um aborto.

Em geral, problemas graves ocorrem na primeira semana depois da realização do aborto. A probabilidade de ter problemas aumenta conforme a gestação avança. Os problemas graves podem incluir:

  • Sofrer uma perfuração no útero ou laceração no colo do útero pelos instrumentos usados no aborto

  • Sangramento intenso

  • Infecção no útero

A mulher deve retornar ao médico se tiver:

  • Febre

  • Sangramento intenso

  • Dor abdominal (mais graves que apenas cólica)

Para prevenir infecções, a mulher deve abster-se de ter relações sexuais por duas semanas após o aborto.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Parto
Vídeo
Parto
Durante a gravidez, o útero da mulher nutre e protege o feto em desenvolvimento. Uma gravidez...
Gravidez ectópica
Vídeo
Gravidez ectópica
Durante a ovulação, um óvulo é lançado de um ovário da mulher a cada mês. Fímbrias, pequenas...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS