Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Considerações gerais sobre a imunização

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos

O que significa imunização?

Você está imune a uma infecção quando as defesas naturais de seu corpo tiverem aprendido como combatê-la. Você pode ficar imune naturalmente após ficar exposto a germes, tais como bactérias ou vírus. Ou você pode se tornar imune a determinada infecção, porque recebeu uma vacina específica contra ela. Por esse motivo, às vezes, a aplicação de uma vacina é chamada “imunização”.

O que são as vacinas?

A vacinação é a maneira de preparar o organismo para combater determinadas infecções. As vacinas ensinam ao sistema imunológico como combater certas doenças. As vacinas não combatem as infecções depois que a pessoa já adoeceu, como acontece com os medicamentos. Em vez disso, as vacinas ajudam a evitar que a pessoa adoeça.

Cada vacina funciona no sentido de prevenir apenas um tipo de infecção. Por exemplo, a vacina contra a gripe apenas ajuda a prevenir a gripe. Além disso, às vezes, é necessário receber várias doses da vacina para que ela tenha eficácia total. Como as vacinas geralmente são administradas por injeção, várias vacinas costumam ser combinadas em uma única injeção para que a pessoa receba menos injeções.

A vacinação funciona mesmo?

Sim, as vacinas reduzem o risco de ter uma infecção. As pessoas que não são vacinadas têm mais propensão de ficar doentes ou morrer devido a determinadas infecções do que as pessoas que foram vacinadas. Contudo, nenhuma vacina funciona em absolutamente todos os casos. Algumas pessoas que foram vacinadas contra determinadas infecções podem, ainda assim, adoecer por causa dessas infecções. Além disso, não há vacinas para muitas infecções importantes, como pelo HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis.

No passado, milhares de crianças morriam todos os anos devido a doenças que agora podem ser prevenidas com a vacinação. Centenas de milhares ficavam gravemente doentes. Graças às vacinas:

  • Uma doença fatal, a varíola, foi completamente erradicada

  • Outras doenças sérias, como poliomielite, difteria e tétano, que costumavam ser comuns, quase nunca ocorrem atualmente nos Estados Unidos

  • Algumas doenças comuns são muito menos frequentes, tais como sarampo, coqueluche (pertussis) e caxumba

As vacinas são seguras?

Sim, as vacinas são consideradas muito seguras. Algumas pessoas apresentam efeitos colaterais, mas eles raramente são graves. Além disso, as doenças que as vacinas previnem são mais perigosas que os efeitos colaterais das vacinas.

  • Antes de uma vacina poder ser usada, ela é testada quanto à segurança

  • Os efeitos colaterais costumam ser leves, como dor no local em que foi aplicada a injeção, erupção cutânea ou febre baixa

  • Muito raramente, as vacinas causam uma reação alérgica mais séria e repentina (chamada reação anafilática), como inchaço na língua e na garganta, e dificuldade em respirar

Algumas vacinas (como a vacina contra a gripe) são feitas de substâncias derivadas de ovos. As vacinas produzidas usando ovos têm mais probabilidade de causar uma reação alérgica. Os médicos perguntarão se a pessoa é alérgica a ovos antes de aplicar-lhe uma dessas vacinas.

As vacinas provocam autismo?

Não, não existe um vínculo conhecido entre a vacinação e o autismo.

  • Médicos de todo o mundo realizaram muitos estudos para procurar uma ligação entre as vacinas e o autismo, mas nenhuma foi encontrada

  • As crianças que foram vacinadas não estão mais propensas a ter autismo que as que não foram vacinadas

Quem é vacinado e quando?

  • Bebês e crianças geralmente são vacinados com base no cronograma de vacinação infantil recomendado quando começam a ter risco de contrair uma doença. A vacina diminui a chance de serem infectados

  • Adultos podem precisar de determinadas vacinas com base no histórico de saúde, trabalho e localização

  • Viajantes podem precisar de certas vacinas antes de ir a locais que têm doenças não encontradas normalmente em seu país natal

Verifique com seu médico quais vacinas são necessárias e quando tomá-las.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS