Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Excesso de vitamina A

(Intoxicação por vitamina A)

Por

Larry E. Johnson

, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O excesso de vitamina A (intoxicação) pode ocorrer subitamente (agudo), geralmente devido à ingestão acidental por crianças, ou crônico.

  • O consumo excessivo de vitamina A provoca queda de cabelo, lábios rachados, pele seca, enfraquecimento dos ossos, dores de cabeça, elevações dos níveis de cálcio no sangue e um distúrbio raro caracterizado pelo aumento da pressão dentro do crânio, denominado hipertensão intracraniana idiopática.

  • O diagnóstico toma por base os sintomas e os exames de sangue.

  • A maioria das pessoas se recupera completamente quando para de tomar suplementos de vitamina A.

A vitamina A (retinol) é necessária para o funcionamento das células nervosas (fotorreceptores) sensíveis à luz na retina do olho e, com isso, preservar a visão noturna. Ela também ajuda a manter saudável a pele e o revestimento dos pulmões, do intestino e do trato urinário, e protege contra infecções. Boas fontes de vitamina A incluem óleo de fígado de peixe, fígado, gema de ovo, manteiga, creme de leite e leite fortificado. (Consulte também Considerações gerais sobre vitaminas.)

Carotenoides, como o betacaroteno, são pigmentos presentes em frutas e verduras, que lhes dá a cor amarela, alaranjada ou vermelha. Assim que são consumidos, os carotenoides são convertidos lentamente no organismo em vitamina A. Os carotenoides são mais bem absorvidos a partir de verduras cozidas ou homogeneizadas, servidas juntamente com algum óleo ou gordura. Boas fontes de carotenoides são verduras verde-escuras, amarelas e alaranjadas e frutas amarelas e alaranjadas.

Medicamentos relacionados à vitamina A (retinoides) são utilizados para tratar acne e psoríase graves. Está sendo estudado se tomar vitamina A, betacaroteno ou retinoides de fato ajuda a reduzir o risco de desenvolver determinados tipos de câncer de pele. No entanto, o risco de desenvolver determinados tipos de câncer pode aumentar depois de se tomar doses elevadas de suplementos de betacaroteno.

O excesso de vitamina A pode ter efeitos prejudiciais (intoxicação). Por exemplo, tomar doses diárias 10 vezes a IDR (ingestão diária recomendada) ou mais durante meses pode causar intoxicação. Às vezes, a intoxicação é causada pela ingestão de formulações especiais de altas doses de vitamina A para tratar acne grave ou outros distúrbios da pele. Uma dose menor pode causar intoxicação em bebês, às vezes, em algumas semanas. Se as crianças tomarem uma dose muito alta acidentalmente, a intoxicação pode desenvolver-se rapidamente.

Consumir grandes quantidades de carotenoides (que o corpo converte em vitamina A) nos alimentos não causa intoxicação, pois os carotenoides são convertidos em vitamina A de forma muito lenta. Geralmente, não há sintomas. No entanto, quando se consomem grandes quantidades de carotenoides, a pele pode tornar-se amarelada (denominado carotenose), principalmente nas palmas das mãos e nas plantas dos pés.

Suplementos com altas doses de betacaroteno podem aumentar o risco de câncer, mas os carotenoides consumidos por meio de frutas e verduras não parecem aumentar esse risco.

Sintomas

A maioria das pessoas com intoxicação por vitamina A apresenta dores de cabeça e erupções cutâneas.

O consumo excessivo de vitamina A durante um longo período de tempo pode causar pelos grossos, perda parcial do cabelo (até mesmo das sobrancelhas), lábios rachados e pele seca e áspera. O consumo crônico de grandes doses de vitamina A pode causar lesão hepática. Ele também pode causar defeitos congênitos em um feto.

Posteriormente, os sintomas incluem dores de cabeça intensas e fraqueza geral. As dores ósseas e articulares são frequentes, sobretudo nas crianças. Fraturas podem ocorrer com facilidade, especialmente em pessoas idosas. Crianças podem perder o apetite e não crescer nem se desenvolver normalmente. Sua pele pode apresentar prurido. O fígado e o baço podem aumentar de tamanho.

Você sabia que...

  • Doses muito elevadas de vitamina A podem ter efeitos nocivos em bebês ou crianças.

  • Tomar altas doses de vitamina A ou isotretinoína (um medicamento derivado da vitamina A) durante a gravidez pode causar defeitos congênitos.

O consumo de quantidades muito elevadas de vitamina A de uma só vez pode causar, em questão de horas, sonolência, irritabilidade, dor de cabeça, náusea e vômitos, às vezes seguidos por descamação da pele. Ocorre um aumento na pressão dentro do cérebro, especialmente em crianças, e ocorrem vômitos. O risco de entrar em estado de coma ou de morte existe se a ingestão de vitamina A não for interrompida.

Se uma mulher tomar isotretinoína (um derivado da vitamina A usado para tratar a acne grave) durante a gravidez, o filho pode apresentar malformações congênitas. As mulheres que estão ou planejam ficar grávidas não devem consumir uma quantidade de vitamina A superior ao limite de segurança (3.000 microgramas) para evitar riscos de defeitos congênitos.

Diagnóstico

  • Exame físico

  • Exames de sangue

O diagnóstico de intoxicação por vitamina A toma por base principalmente os sintomas. Para confirmar o diagnóstico, é possível que o médico também realize exames de sangue para medir os níveis de vitamina A.

Tratamento

  • Interromper os suplementos de vitamina A

O tratamento da intoxicação por vitamina A consiste na interrupção da ingestão de suplementos de vitamina A. A maioria das pessoas se recupera por completo.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre vitaminas e minerais
Vídeo
Considerações gerais sobre vitaminas e minerais
O corpo humano precisa de várias vitaminas e minerais para se desenvolver. Muitos desses nutrientes...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS