Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Hérnias da parede abdominal

Por

Parswa Ansari

, MD, Hofstra Northwell-Lenox Hill Hospital, New York

Última revisão/alteração completa abr 2020| Última modificação do conteúdo abr 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

Uma hérnia da parede abdominal consiste em uma abertura ou região de fragilidade na parede abdominal através da qual ocorre uma protrusão do conteúdo abdominal.

  • Uma hérnia da parede abdominal causa uma protrusão perceptível, mas pouco desconforto.

  • O diagnóstico é feito por exame físico e, às vezes, ultrassonografia ou tomografia computadorizada.

  • O tratamento envolve cirurgia para reparar a hérnia

Hérnias da parede abdominal são muito comuns, particularmente entre homens. São feitas cerca de 700 mil operações de hérnia por ano nos Estados Unidos. A denominação das hérnias normalmente corresponde à área onde elas ocorrem.

A maior parte da parede abdominal é espessa e dura, assim, as hérnias normalmente ocorrem em uma área de fraqueza, na qual uma abertura anterior foi fechada. Erguer pesos ou se esforçar pode tornar a hérnia mais óbvia, mas não é a sua causa.

hérnias na virilha

As hérnias inguinais incluem

  • Hérnias inguinais

  • Hérnias femorais

A hérnia inguinal aparece no vinco da virilha ou no escroto. Elas são mais comuns entre os homens. Há dois tipos de hérnia inguinal, direta e indireta, dependendo exatamente de onde ela ocorre. Hérnias inguinais também ocorrem em crianças.

Uma hérnia femoral pode se desenvolver logo abaixo do vinco da virilha, no meio da coxa, onde a artéria e a veia femoral deixam o abdômen e entram na perna. Esse tipo de hérnia é mais comum entre mulheres.

Hérnias da parede abdominal

As hérnias da parede abdominal (também denominadas hérnias ventrais) incluem

  • Hérnias umbilicais

  • Hérnias epigástricas

  • Hérnias incisionais

A hérnia umbilical ocorre ao redor do umbigo. Muitos bebês têm uma pequena hérnia umbilical porque a abertura para o cordão umbilical não foi fechada completamente pelos vasos sanguíneos. Em crianças pequenas, o médico às vezes monitora as hérnias umbilicais para ver se elas se fecham sozinhas.

Alguns adultos têm hérnia umbilical devido a obesidade, gravidez ou excesso de líquido no abdômen (ascite).

As hérnias epigástricas se formam através de pequenos defeitos naturais na linha média da parede abdominal superior (acima do umbigo).

Às vezes, ocorre a formação de uma hérnia incisional através de uma incisão cirúrgica na parede abdominal. Esse tipo de hérnia pode se desenvolver muitos anos depois da cirurgia.

Encarceramento e estrangulamento

Às vezes, uma alça do intestino ou fragmento de gordura fica preso na hérnia, um quadro clínico denominado encarceramento. Uma hérnia encarcerada pode bloquear (obstruir) o intestino. Raramente, a hérnia prende o intestino tão fortemente que corta o fornecimento de sangue, um quadro clínico chamado estrangulamento. Com o estrangulamento, a parte travada do intestino pode desenvolver gangrena em apenas seis horas. No caso da gangrena, a parede intestinal sofre necrose, geralmente provocando uma ruptura que dá origem à peritonite (uma inflamação e normalmente infecção do revestimento da cavidade abdominal), choque e, se não for tratada, morte.

O que causa o estrangulamento intestinal?

O estrangulamento intestinal (corte do fornecimento de sangue para o intestino) normalmente resulta de uma entre três causas.

O que causa o estrangulamento intestinal?

Hérnias do esporte

Uma hérnia do esporte não é uma hérnia propriamente dita porque não há abertura ou uma fragilidade da parede abdominal. Também não há protrusão do conteúdo abdominal. Em vez disso, o distúrbio envolve a ruptura de um ou mais músculos, tendões ou ligamentos no abdômen inferior ou na virilha, particularmente onde se ligam ao osso púbico. O termo hérnia do esporte pode ter surgido porque a dor ocorre na mesma área que a da hérnia inguinal.

Você sabia que...

  • A hérnia do esporte não é uma hérnia propriamente dita. É uma ruptura do músculo, tendão ou ligamento na parte do abdômen onde as hérnias são comuns.

Sintomas

A maioria das pessoas normalmente nota apenas uma protuberância no local da hérnia. Às vezes, a hérnia aparece apenas ao levantar peso, tossir ou se esforçar. Normalmente, há pouco ou nenhum desconforto e a protuberância pode ser empurrada (reduzida) pela pessoa ou um médico.

Uma hérnia encarcerada geralmente é mais dolorida, e não é possível reduzir a protuberância.

Uma hérnia estrangulada causa dor constante e de aumento gradual, geralmente com náusea e vômito, não pode ser reduzida e é sensível ao toque.

Diagnóstico

  • Exame médico

  • Algumas vezes, exames de imagem

O médico faz o diagnóstico de hérnias tomando por base principalmente um exame. Nódulos na virilha, parecidos com hérnias, podem ser linfonodos inchados ou testículos não descidos. Um inchaço no escroto pode ser uma varicocele (um quadro clínico em que as veias que transportam o sangue de um testículo se alargam), uma espermatocele (um cisto em uma bolsa que se desenvolve próximo ao tubo espiralado onde o esperma é armazenado até amadurecer [epidídimo]) ou um tumor em um testículo.

Às vezes, o médico realiza uma ultrassonografia ou tomografia computadorizada (TC) para ajudar a estabelecer o diagnóstico.

Tratamento

  • Reparo cirúrgico

Hérnias umbilicais em bebês raramente se estrangulam e não são tratadas. A maioria desaparece sem tratamento depois de vários anos. Hérnias umbilicais muito grandes podem ser reparadas após o bebê ter dois anos de idade.

Hérnias umbilicais em adultos provocam preocupações cosméticas e podem ser reparadas no tempo que for conveniente para a pessoa (chamada cirurgia eletiva). Embora as hérnias umbilicais em adultos geralmente não sejam estranguladas e encarceradas, essas complicações podem ocorrer.

Uma vez que outros tipos de hérnias têm maior probabilidade de se estrangularem, o médico normalmente faz o reparo cirúrgico quando elas são diagnosticadas. Se a hérnia for encarcerada ou estrangulada, a cirurgia é feita imediatamente. Caso contrário, uma cirurgia eletiva é realizada. O reparo cirúrgico tem como objetivo fechar ou cobrir a abertura, de forma que o conteúdo abdominal não volte a deslizar para fora. A cirurgia pode reduzir os sintomas de uma hérnia em função do seu tamanho e do desconforto que provoca.

Conter a hérnia com fita ou bandagens ou por outros meios às vezes deixa a pessoa mais confortável, mas não reduz o risco de estrangulamento ou permite que a abertura se feche. Portanto, não são tratamentos recomendados. Apenas hérnias umbilicais em crianças desaparecem sem tratamento.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Câncer de estômago
Qual das seguintes opções é o melhor procedimento diagnóstico para o câncer de estômago?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS