Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Hérnia de hiato

Por

Kristle Lee Lynch

, MD, Perelman School of Medicine at The University of Pennsylvania

Última revisão/alteração completa out 2020| Última modificação do conteúdo out 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

A hérnia de hiato é uma dilatação de uma parte do estômago pelo diafragma.

  • A causa deste distúrbio normalmente não é conhecida, mas a idade, obesidade e tabagismo são fatores comuns.

  • Algumas pessoas não têm sintomas, ou apresentam sintomas leves, como refluxo e indigestão, enquanto outras sofrem sintomas mais sérios, como dor no peito, inchaço, eructação e dificuldade em engolir.

  • O diagnóstico toma por base os resultados de uma radiografia com deglutição de bário ou, às vezes, de uma endoscopia digestiva alta.

  • O tratamento busca aliviar os sintomas, às vezes por meio de medicamentos e raramente por cirurgia.

O esôfago é um tubo oco que conecta a garganta (faringe) ao estômago.

A dilatação (herniação) de qualquer estrutura no abdômen pelo diafragma (a capa de músculo que separa a cavidade torácica do abdômen) é denominada hérnia diafragmática. O diafragma possui uma abertura pela qual normalmente passa o esôfago chamada hiato. Uma hérnia diafragmática que ocorra por esta abertura é denominada hérnia de hiato.

A causa da hérnia de hiato normalmente é desconhecida, mas pode ser causada pelo alongamento das faixas de tecido que estão conectadas entre o esôfago e o diafragma no hiato. O quadro clínico é mais comum entre pessoas com mais de 50 anos de idade, com sobrepeso (particularmente mulheres) ou pessoas que fumam. Outros tipos de hérnia diafragmática podem resultar de defeitos congênitos ( Hérnia diafragmática) ou de uma lesão.

Tipos de hérnia de hiato

Há dois tipos de hérnia de hiato:

  • Hérnia de hiato por deslizamento (o tipo mais comum)

  • hérnia de hiato paraesofágica

Na hérnia de hiato por deslizamento, a área de junção entre o esôfago e o estômago, bem como uma parte do próprio estômago, que normalmente se situam sob o diafragma, projetam-se para cima deste. Mais de 40% das pessoas nos Estados Unidos têm hérnia de hiato por deslizamento, e a incidência aumenta em pessoas com mais de 60 anos de idade.

Em uma hérnia de hiato paraesofágica, a junção entre o esôfago e o estômago está na sua posição normal sob o diafragma, mas parte do estômago é empurrada para cima do diafragma, situando-se ao lado do esôfago.

Entendendo a hérnia de hiato

Uma hérnia de hiato é uma protrusão anômala de uma parte do estômago pelo diafragma.

Entendendo a hérnia de hiato

Sintomas

A maioria das hérnias de hiato por deslizamento apresenta dimensões reduzidas e a maioria das pessoas que as possui não tem sintomas. Normalmente, os sintomas que ocorrem são leves. Estão, normalmente, relacionados ao refluxo gastroesofágico, e incluem indigestão, sobretudo quando a pessoa se deita após comer. Contudo, menos de 50% das pessoas com hérnia de hiato apresentam doença do refluxo gastroesofágico. Inclinações, esforços e levantar objetos pesados pioram os sintomas, assim como a gestação.

Uma hérnia de hiato paraesofágica não costuma causar sintomas, mas pode ficar presa ou comprimida pelo diafragma, não recebendo sangue. Esta doença, séria e dolorida, chamada estrangulamento, requer cirurgia imediata. Os sintomas podem incluir dor no peito, inchaço, eructação e dificuldade em engolir.

Em raras ocasiões, apresenta-se uma hemorragia microscópica ou intensa no revestimento interno da hérnia, em qualquer um dos tipos de hérnia de hiato.

Diagnóstico

  • Radiografia do tórax

  • Radiografia com deglutição de bário

  • Às vezes, endoscopia digestiva alta

Normalmente, o médico enxerga uma hérnia de hiato grande em uma radiografia torácica. Caso contrário, a pessoa toma um líquido contendo bário antes de tirar a radiografia (deglutição de bário). O bário delineia o esôfago, facilitando a visualização das anormalidades.

É possível também ver as hérnias durante uma endoscopia digestiva alta. Durante uma endoscopia digestiva alta, o médico examina o esôfago com um tubo flexível chamado endoscópio.

Tratamento

  • Medidas para prevenir ou tratar o refluxo gastroesofágico

  • Às vezes, um inibidor da bomba de prótons

  • Às vezes, cirurgia

As hérnias de hiato por deslizamento que não causam sintomas não necessitam de tratamento. Se ocorrerem sintomas de refluxo, o médico administra um inibidor da bomba de prótons, que reduz a produção de ácido ( Medicamentos usados para tratar acidez gástrica).

Outras ações úteis para tratar o refluxo incluem elevar a cabeceira da cama ao dormir, fazer pequenas refeições, perder o excesso de peso, parar de fumar, não se deitar nem fazer exercícios após as refeições e não usar roupas justas. Eliminar ou limitar a ingestão de bebidas que contenham ácido (como suco de laranjas e refrigerantes à base de cola), álcool, café e certos alimentos (como cebolas e alimentos temperados, ácidos e com gordura) é recomendado.

Uma hérnia de hiato paraesofágica que cause sintomas deve ser corrigida cirurgicamente para evitar estrangulamento. A cirurgia pode ser feita por meio de uma pequena incisão no tórax ou no abdômen pela qual instrumentos finos e uma pequena câmera de vídeo são inseridos (cirurgia toracoscópica ou laparoscópica), ou pode ser necessária uma operação aberta.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS