Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Considerações gerais sobre o transtorno de sintomas somáticos e transtornos relacionados

Por

Joel E. Dimsdale

, MD, University of California, San Diego

Última revisão/alteração completa set 2019| Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Transtornos de sintomas somáticos e transtornos relacionados são transtornos de saúde mental caracterizados por um intenso foco em sintomas físicos (somáticos) que causa angústia significativa e/ou interfere no desempenho das funções diárias.

A maioria dos transtornos de saúde mental é caracterizada por sintomas mentais. Ou seja, a pessoa tem pensamentos, humores e/ou comportamentos incomuns ou perturbadores. No entanto, nos transtornos de sintomas somáticos, os fatores mentais são manifestados por meio de sintomas físicos – um processo denominado somatização – e a principal preocupação da pessoa é com os sintomas físicos (o termo somático vem de soma, a palavra grega para corpo), como dor, fraqueza, fadiga, náusea ou outras sensações corporais. A pessoa pode ou não apresentar um problema de saúde que causa ou contribui para os sintomas. No entanto, quando existe de fato um problema de saúde, a pessoa com um sintoma somático ou transtorno relacionado apresenta uma resposta exagerada a ele.

Todas as pessoas reagem em um nível emocional quando apresentam sintomas físicos. No entanto, as pessoas com um transtorno de sintomas somáticos têm pensamentos, sensações e comportamentos excepcionalmente intensos em resposta aos seus sintomas. Para diferenciar um transtorno de uma reação normal ao fato de estar doente, as respostas precisam ser intensas o suficiente para causarem angústia significativa à pessoa (e, às vezes, a outras pessoas) e/ou tornar difícil o desempenho de funções rotineiras da vida.

As diferentes respostas apresentadas pelas pessoas definem o transtorno específico que apresentam, da seguinte forma:

Uma vez que a pessoa com um desses transtornos acredita que ela tem de fato sintomas físicos, ela tende a ir ao médico, em vez de procurar um profissional de saúde mental.

O tratamento varia de acordo com o transtorno que a pessoa apresenta, mas, normalmente, envolve psicoterapia.

Mente e corpo

A maneira com que mente e corpo interagem para influenciar a saúde é uma discussão muito antiga. Embora as pessoas falem casualmente sobre mente e corpo como se fossem distintos, na verdade, eles estão tão inter-relacionados que é difícil separar seus efeitos, como nos casos a seguir:

  • O estresse social e mental pode agravar muitas doenças físicas, incluindo diabetes mellitus, doença arterial coronariana e asma.

  • O estresse e outros processos mentais podem piorar ou prolongar sintomas físicos. Por exemplo, as pessoas que estão deprimidas ou ansiosas podem sofrer mais se estiverem doentes ou machucadas do que pessoas em melhor estado mental.

  • Às vezes, o estresse pode causar sintomas físicos, mesmo na inexistência de qualquer doença física. Por exemplo, crianças podem desenvolver dor abdominal ou náusea porque estão ansiosas com a ida à escola, ou adultos podem desenvolver dor de cabeça se estiverem em estresse emocional.

  • Pensamentos e ideias podem influenciar o modo como um transtorno progride. Por exemplo, uma pessoa com hipertensão arterial pode negar que tem este transtorno ou negar a sua gravidade. A negação pode ajudar a reduzir a ansiedade, mas também pode impedir que ela cumpra seu plano de tratamento. Por exemplo, ela pode se recusar a tomar os medicamentos receitados, piorando assim o transtorno.

  • Uma doença física generalizada pode influenciar ou resultar em um problema de saúde mental. A depressão é habitual em indivíduos com doenças com risco de morte, recorrentes ou crônicas. A depressão, por sua vez, pode agravar os efeitos de uma doença física.

  • Um transtorno físico do cérebro, como a doença de Alzheimer, pode afetar a personalidade da pessoa e/ou sua capacidade de pensar claramente.

Quando sintomas físicos resultam de estresse ou fatores mentais, o médico pode ter dificuldade para identificar a causa. Vários exames de diagnóstico podem ser necessários para esclarecer a situação.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS