Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Tumefações e calos

Por

James G. H. Dinulos

, MD, Geisel School of Medicine at Dartmouth

Última revisão/alteração completa mai 2021| Última modificação do conteúdo mai 2021
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Tumefações são protuberâncias rígidas com formato de cone na pele, comumente encontradas no topo da superfície do quinto pododáctilo, especialmente sobre a articulação. Os calos são espessamentos amplos e planos da pele geralmente localizados nas palmas ou solas.

  • As tumefações podem ser dolorosas ou sensíveis, no entanto os calos geralmente não causam sintomas.

  • O diagnóstico é baseado na aparência e na localização da tumefação ou calo.

  • A remoção da tumefação ou calo, a aplicação de agentes que amolecem a pele (ceratolíticos) na área e regularmente receber cuidados de um podólogo podem ajudar.

Geralmente, as tumefações e os calos são causados pela fricção e pressão intermitentes, especialmente em pessoas que utilizam calçados apertados ou mal ajustados.

As tumefações causadas pelo dedo do pé em martelo Dedo do pé em martelo O dedo do pé em martelo é um dedo que é curvado em uma posição fixa com formato em Z. A dor pode ser sentida quando as pessoas usam determinados calçados, e algumas delas apresentam dor na planta... leia mais Dedo do pé em martelo e outras deformações dos dedos do pé frequentemente desenvolvem-se no topo ou nas pontas dos dedos, mas as tumefações desenvolvem-se mais frequentemente no topo dos dedos sobre as articulações. Essas tumefações são rígidas. As tumefações que se desenvolvem entre os dedos são macias. As tumefações podem ser do tamanho de uma ervilha ou levemente maiores.

Os calos geralmente se desenvolvem na planta do pé devido ao posicionamento defeituoso do pé ou má distribuição do peso. Os calos podem se desenvolver nas laterais dos pés em áreas onde a pressão está aumentada.

Sintomas de calosidades e calos

As tumefações podem ser dolorosas ou sensíveis quando uma pressão é aplicada. Algumas vezes, uma bolsa preenchida com líquido (bursa) forma-se abaixo da tumefação.

Os calos geralmente não provocam sintomas. No entanto, se a fricção for extrema, os calos podem tornar-se espessos e irritados, o que causa uma leve sensação de queimação, ou algumas vezes uma dor como aquela causada por lesão aos nervos nos pés Lesões nos nervos dos pés A irritação dos nervos interdigitais (na base das plantas dos pés) pode provocar crescimento dos nervos, causando dor nas plantas dos pés. Os sintomas comuns incluem uma dor leve no terceiro... leia mais (dor no nervo interdigital).

Diagnóstico de calosidades e calos

  • Exame médico

Os médicos diagnosticam as tumefações e os calos baseados em sua aparência e onde se desenvolveram.

Tratamento de calosidades e calos

  • Remoção

  • Ceratolíticos

  • Almofadas e órteses

Para remover a pele espessa, as pessoas podem utilizar lixas de unha ou pedra-pome imediatamente após o banho. As pessoas podem aplicar ceratolíticos Ceratolíticos Os medicamentos tópicos (aplicados diretamente na pele) constituem o tratamento principal dos distúrbios da pele. Os medicamentos sistêmicos são ingeridos por via oral ou injetados, distribuindo-se... leia mais (agentes que amolecem, soltam e ajudam na descamação da camada superior da pele) nas áreas afetadas.

Para evitar as tumefações e ajudar a tratar calos existentes, as pessoas podem utilizar amortecimentos e dispositivos que redistribuam a pressão das áreas afetadas. Almofadas de diversos tipos (por exemplo, bandagens protetoras de feltro ou algodão ou espuma de borracha) e dispositivos colocados nos calçados (órteses) ou outras palmilhas com almofadas e apoio podem ajudar a reduzir a pressão. Depressões, que são orifícios feitos em parte dos calçados, abaixo da área que fica dolorida, também podem ajudar a diminuir a pressão e a dor.

Cuidados regulares de um podólogo (um médico especializado em cuidados dos pés) são úteis para pessoas que têm uma tendência a desenvolver calos e tumefações. Os cuidados adequados dos pés são importantes (consulte Cuidados com os pés Cuidados com os pés A doença arterial periférica oclusiva consiste no bloqueio ou estreitamento de uma artéria nas pernas (ou, raramente, nos braços), geralmente devido a aterosclerose e resultando em diminuição... leia mais Cuidados com os pés ).

As pessoas que apresentam distúrbios que prejudicam a função nervosa normal (neuropatia) e a circulação do sangue, como o diabetes, correm maior risco de desenvolver feridas abertas (úlceras) nos pés quando a pele está lesionada (consulte a barra lateral O pé no diabetes Problemas de pé no diabetes A pessoa com diabetes mellitus pode apresentar várias complicações de longo prazo que afetam muitas áreas do corpo, sobretudo os vasos sanguíneos, os nervos, os olhos e os rins. (consulte também... leia mais Problemas de pé no diabetes ). Essas úlceras podem se tornar infectadas. Os médicos podem optar por não tratar cirurgicamente as tumefações e os calos em pessoas que apresentam essas doenças subjacentes. Nesses casos, calçados especiais e palmilhas, que reduzem a pressão sobre a área afetada, podem ser necessários e benéficos.

As pessoas devem aprender a inspecionar em casa seus pés em busca de úlceras e como preveni-las.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS