Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Abscesso epidural na coluna

Por

Michael Rubin

, MDCM, New York Presbyterian Hospital-Cornell Medical Center

Revisado/Corrigido: fev 2023
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Um abscesso epidural espinhal é um acúmulo de pus no espaço entre a coluna vertebral e a camada externa (dura-máter) de tecido que reveste a medula espinhal (espaço epidural). Esses abscessos podem exercer pressão (comprimir) a medula espinhal.

  • Os abscessos epidurais são frequentemente causados por bactérias provenientes de outra infecção no corpo.

  • Eles podem causar dor nas costas, que pode se tornar grave, e fraqueza ou paralisia parcial das pernas, perda de controle da bexiga e do intestino, febre e outros sintomas graves.

  • Os médicos usam ressonância magnética (RM) para diagnosticar um abscesso epidural na medula espinhal ou, se a RM, não estiver disponível, uma mielografia seguida por tomografia computadorizada.

  • Os médicos tratam os abscessos com antibióticos, e se o abscesso estiver causando problemas sérios, eles o drenam imediatamente.

As bactérias que geralmente causam esses abscessos são Staphylococcus aureus (60%), Escherichia coli ou outras bactérias gram-negativas (15%) ou estreptococos (10%). Ocasionalmente, o abscesso é causado por tuberculose que afeta a coluna vertebral (doença de Pott) ou pelo uso de substâncias injetáveis. Em cerca de um terço das pessoas, a causa não pode ser determinada.

Sintomas de abscesso epidural espinhal

Os sintomas de um abscesso epidural espinhal começam com dor nas costas. A região das costas sobre o abscesso fica sensível ao toque. A dor pode se tornar grave e é agravada ao se deitar. A febre é comum.

O abscesso pode exercer pressão (comprimir) a medula espinhal. Se um abscesso epidural ocorrer na região lombar, ele pode comprimir a cauda equina, causando a síndrome de cauda equina Síndrome da cauda equina A síndrome da cauda equina ocorre quando o feixe de nervos que se estende da parte inferior da medula espinhal é comprimido ou danificado. A causa mais comum de síndrome da cauda equina é um... leia mais . As pessoas com síndrome da cauda equina podem perder a sensibilidade nas nádegas, na área genital, na bexiga e no reto (chamada de região do assoalho pélvico). Suas pernas podem ficar fracas ou parcialmente paralisadas. Elas podem reter urina ou perder o controle da bexiga (incontinência urinária Incontinência urinária em adultos A incontinência urinária é a perda involuntária de urina. A incontinência pode ocorrer em homens e mulheres em qualquer idade, mas é mais comum em mulheres e idosos, afetando cerca de 30% das... leia mais Incontinência urinária em adultos ) ou do intestino (incontinência fecal Incontinência fecal A incontinência fecal consiste na perda do controle da defecação. A incontinência fecal pode ocorrer de forma breve, durante episódios de diarreia ou quando fezes endurecidas ficam alojadas... leia mais ). Elas podem ter problemas ao caminhar. Os sintomas podem evoluir ao longo de horas a dias.

Diagnóstico de abscesso epidural espinhal

  • Ressonância magnética (RM)

Os médicos podem suspeitar de um abscesso epidural espinhal se as pessoas apresentarem dor nas costas significativa e inexplicável, particularmente quando a coluna vertebral fica sensível ao toque ou quando elas apresentam febre ou se tiverem sofrido uma infecção ou procedimento dentário recente.

Um abscesso epidural é diagnosticado usando-se RM. Se a RM não estiver disponível, pode–se realizar uma mielografia Mielografia Em algumas ocasiões, é necessário recorrer a procedimentos diagnósticos para confirmar o diagnóstico sugerido pelo histórico clínico e pelo exame neurológico. A eletroencefalografia (EEG) é... leia mais Mielografia acompanhada por tomografia computadorizada (TC). Amostras de sangue e, quando possível, amostras das áreas infectadas, são coletadas e enviadas para um laboratório para cultivo (cultura), para que a bactéria que está causando o abscesso possa ser identificada. O exame da amostra de sangue geralmente detecta evidências sugerindo uma infecção, como contagem elevada de glóbulos brancos.

Tratamento de abscesso epidural espinhal

  • Antibióticos

  • Se os abscessos comprimirem a medula espinhal, drenagem imediata

O tratamento rápido de abscessos epidurais é necessário para prevenir ou minimizar os problemas.

Antibióticos podem ser suficientes. Mas se os abscessos comprimirem a medula espinhal, causando fraqueza ou paralisia das pernas, incontinência ou outros problemas graves, eles são cirurgicamente drenados imediatamente. Uma amostra de pus do abscesso é enviada para um laboratório para ser analisada e cultivada para ajudar a identificar a bactéria que está causando o abscesso.

São administrados antibióticos para tratar as bactérias que costumam estar envolvidas, sem esperar pelos resultados de testes. Eles são trocados, conforme necessário, quando os resultados dos testes ficam disponíveis.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS