Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Pneumotórax (hipertensivo)

Por

Thomas G. Weiser

, MD, MPH, Stanford University School of Medicine

Última modificação do conteúdo nov 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Recursos do assunto

Pneumotórax hipertensivo é o acúmulo de ar no espaço pleural sob pressão, comprimindo os pulmões e diminuindo o retorno venoso para o coração.

O pneumotórax hipertensivo ocorre quando uma lesão no pulmão ou na parede torácica é tal que permite a entrada de ar no espaço pleural, mas não sua saída (válvula unidirecional). Como resultado, o ar se acumula e comprime o pulmão, com o tempo deslocando o mediastino, comprimindo o pulmão contralateral e aumentando a pressão intratorácica o bastante para diminuir o retorno venoso para o coração, o que causa choque. Esses efeitos podem ocorrer rapidamente, sobretudo nos pacientes submetidos à ventilação com pressão positiva.

As causas são ventilação mecânica (mais comum) e pneumotórax simples (não complicado) com lesão pulmonar pérvia após de trauma torácico penetrante ou fechado ou falha de canulação venosa central.

Sinais e sintomas

Os sinais e sintomas são, inicialmente, os mesmos do pneumotórax simples ( Pneumotórax). À medida que a pressão intratorácica aumenta, os pacientes apresentam hipotensão, desvio da traqueia e distensão da veia jugular. O hemitórax comprometido é hipertimpânico à percussão e muitas vezes parece um pouco distendido, tenso e pouco compressível à palpação.

Diagnóstico

  • Avaliação clínica

Deve-se diagnosticar o pneumotórax hipertensivo pelos achados clínicos. O tratamento não deve ser adiado em virtude de confirmação radiográfica pendente. Embora o tamponamento cardíaco também possa causar hipotensão, distensão da veia jugular e, às vezes, dificuldade respiratória, o pneumotórax hipertensivo pode ser clinicamente diferenciado pela ausência unilateral do murmúrio vesicular e pelo hipertimpanismo à percussão.

Dicas e conselhos

  • O pneumotórax hipertensivo deve ser diagnosticado à beira do leito com base nos achados clínicos e tratado imediatamente com descompressão por agulha e/ou toracostomia com dreno.

Tratamento

  • Agulha de descompressão seguida de toracostomia com dreno.

O tratamento por agulha de descompressão imediata inserindo uma agulha de grande calibre (p. ex., bitola 14- ou 16) no 2º espaço intercostal na linha hemiclavicular. O ar normalmente será expelido. Como a agulha de descompressão provoca um pneumotórax simples, o dreno de tórax deve então ser feito imediatamente depois.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Como examinar o tornozelo
Vídeo
Como examinar o tornozelo
Modelos 3D
Visualizar tudo
Sistema musculoesquelético completo
Modelo 3D
Sistema musculoesquelético completo

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS