Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Síndrome do túnel do tarso

(Neuralgia do nervo tibial posterior)

Por

Kendrick Alan Whitney

, DPM,

  • Associate Professor, Department of Biomechanics
  • Temple University School of Podiatric Medicine

Última modificação do conteúdo abr 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

A neuralgia do nervo tibial posterior consiste em dor ao longo do trajeto do nervo tibial posterior, normalmente resultante da compressão do nervo.

Ao nível do tornozelo, o nervo tibial posterior passa pelo canal fibro-ósseo e se divide em nervos plantares medial e lateral. A síndrome do túnel tarsal refere-se à compressão do nervo dentro desse canal, porém o termo tem sido bastante aplicado para neuralgia do nervo tibial posterior resultante de qualquer causa. A sinovite dos tendões flexores do tornozelo causada pela função anormal do pé, artrite inflamatória (p. ex., artrite reumatoide), fibrose, cistos ganglionares, fratura, edema de estase venosa do tornozelo são fatores contribuintes. Os pacientes com hipotireoidismo podem desenvolver sintomas, tais como do túnel tarsal, como resultado da deposição de mucina perineural.

Sinais e sintomas

A dor (ocasionalmente queimação e formigamento) é, normalmente, retromaleolar e, algumas vezes, no calcanhar plantar medial, podendo se estender ao longo da superfície plantar, bem como nos dedos dos pés. Embora a dor piore durante a permanência em pé e ao caminhar, pode ocorrer dor em repouso se o distúrbio progredir, o que ajuda a distingui-la da fasciose plantar.

Diagnóstico

  • Exame e teste eletrodiagnóstico

Percussão ou palpação do nervo tibial posterior abaixo do maléolo medial, no local da compressão ou lesão produz, com frequência, um formigamento distal (sinal de Tinel). Embora resultados falso-negativos nos testes eletrodiagnósticos sejam relativamente comuns, uma história positiva combinada com achados físicos compatíveis e resultados positivos dos testes eletrodiagnósticos tornam o resultado de síndrome do túnel tarsal mais provável. Dor na face plantar do calcanhar e no arco com mais de 6 meses de duração também sugere fortemente compressão distal do nervo tibial plantar com aprisionamento. A causa de qualquer edema perto do nervo deve ser determinada.

Tratamento

  • Inversão do pé com talas ou órteses, injeções com corticoide e/ou cirurgia

Enfaixar o pé em uma posição neutra ou levemente invertida e elevar o calcanhar ou usar uma órtese que mantenha o pé invertido reduz a tensão do nervo. AINEs podem ser usados inicialmente e podem aliviar alguns sintomas. Infiltração local de uma mistura insolúvel de corticoide/anestésico pode ser eficaz se a causa é inflamação ou fibrose. A descompressão cirúrgica pode ser necessária para aliviar a suspeita de uma compressão fibro-óssea com sintomas recalcitrantes.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS