Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Intoxicação por inseticidas

Por

Gerald F. O’Malley

, DO, Grand Strand Regional Medical Center;


Rika O’Malley

, MD, Albert Einstein Medical Center

Última revisão/alteração completa fev 2019| Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
  • Muitos inseticidas podem causar intoxicações depois de ingeridos, inalados ou absorvidos pela pele.

  • Os sintomas podem incluir olhos lacrimejantes, tosse, problemas cardíacos e dificuldades de respiração.

  • O diagnóstico é baseado em sintomas, exames de sangue e em uma descrição dos eventos envolvidos com a intoxicação.

  • Existem vários medicamentos eficazes no tratamento de intoxicações sérias por inseticidas.

As características dos inseticidas que os tornam mortais para os insetos podem, por vezes, torná-los venenosos para os seres humanos. As intoxicações mais sérias por inseticidas resultam de inseticidas do tipo organofosforados e carbamatos, principalmente quando utilizados em tentativas de suicídio e, quando acidentais, em ambientes ocupacionais.

  • Organofosforados incluem malathion, parathion, fenthion, dursban, diazinon, clorpirifós e sarin. Alguns destes compostos são derivados dos gases nervosos.

  • Exemplos de carbamatos incluem aldicarb, carbaril, carbofuran, fenobucarb e oxamil.

As piretrinas e os piretroides, que são outros inseticidas comumente utilizados, derivam de flores e geralmente não são muito venenosos para seres humanos.

Muitos inseticidas podem causar intoxicações depois de ingeridos, inalados ou absorvidos pela pele. Alguns inseticidas são inodoros, de modo que a pessoa não percebe que está exposta a eles. Os inseticidas organofosforados e carbamatos fazem com que certos nervos disparem erraticamente, causando a hiperfunção de muitos órgãos que, por fim, deixam de funcionar. Por vezes, as piretrinas podem causar reações alérgicas. É raro que os piretroides causem problemas.

Sintomas

Os organofosforados e os carbamatos causam lacrimejamento, visão embaçada, salivação, transpiração, tosse, vômitos, bem como fezes e micção frequentes. A pressão arterial pode baixar. A frequência cardíaca pode diminuir e tornar-se errática e podem ocorrer convulsões. A respiração pode ficar difícil e os músculos podem apresentar espasmos e fraqueza. Em casos raros, a falta de ar ou a fraqueza muscular podem ser mortais. Os sintomas duram entre horas e dias após a exposição a carbamatos, mas a fraqueza pode persistir durante semanas depois da exposição a organofosforados.

As piretrinas podem causar espirros, lacrimejamento, tosse e dificuldade respiratória ocasional. É raro existir desenvolvimento de sintomas graves.

Diagnóstico

  • Histórico de exposição a inseticidas e sintomas característicos

  • Exames de sangue

O diagnóstico de intoxicação por inseticidas baseia-se nos sintomas e numa descrição dos fatos anteriores relacionados à intoxicação. O diagnóstico é corroborado se a atropina, aplicada por veia, aliviar os sintomas da pessoa. Os exames de sangue podem confirmar a intoxicação por organofosforados ou carbamatos.

Tratamento

  • Remoção do vestuário contaminado e lavagem da pele

  • Tratamentos para assistência à respiração e função cardíaca

  • Atropina aplicada por veia

As pessoas com sintomas de intoxicação por organofosforados devem consultar um médico. Se a pele puder ter entrado em contato com um inseticida, a roupa é retirada e a pele lavada. Os cuidadores devem evitar contaminar-se enquanto prestam cuidados.

Os médicos monitoram as pessoas para detectar insuficiência respiratória e administram atropina e outros tratamentos para manter sua respiração e função cardíaca. A atropina, administrada por via venosa, pode aliviar a maioria dos sintomas. A pralidoxima por via venosa pode acelerar a recuperação da função nervosa, eliminando a causa dos sintomas. Os sintomas de intoxicação por carbamato também são aliviados com atropina, mas a pralidoxima normalmente não é útil. Os sintomas de intoxicação por piretrina resolvem-se sem qualquer tratamento.

Mais informações

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Lesão de menisco medial
Vídeo
Lesão de menisco medial
A articulação do joelho é composta por três ossos principais: o fêmur, ou osso da coxa; a...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Abrasão corneana
Modelo 3D
Abrasão corneana

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS