Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Síndrome neuroléptica maligna

Por

David Tanen

, MD, David Geffen School of Medicine at UCLA

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A síndrome neuroléptica maligna consiste em confusão ou falta de resposta, rigidez muscular, temperatura corporal alta e outros sintomas que ocorrem quando são utilizados certos medicamentos antipsicóticos (neurolépticos) ou antivômito (antieméticos).

  • A síndrome neuroléptica maligna surge em um número muito pequeno de pessoas que recebem certos tipos de medicamentos.

  • Os sintomas incluem temperatura corporal perigosamente alta, rigidez muscular e agitação.

  • Os médicos baseiam o diagnóstico nos sintomas da pessoa e no que eles encontram durante um exame físico.

  • O tratamento envolve interromper o medicamento, reduzir a temperatura corporal e prestar assistência em uma unidade de terapia intensiva.

A síndrome neuroléptica maligna surge em um número pequeno de pessoas que são tratadas com medicamentos antipsicóticos ou antieméticos (consulte a tabela Medicamentos que podem causar a síndrome neuroléptica maligna), geralmente nas primeiras semanas de tratamento. O risco de desenvolver a síndrome varia entre 0,02% e 3%, dependendo de muitos fatores. A síndrome é mais comum em homens que, por serem mais agitados, recebem rapidamente doses crescentes de antipsicóticos ou doses inicialmente elevadas. Os médicos não têm certeza do motivo do surgimento da síndrome.

Tabela
icon

Medicamentos que podem causar síndrome neuroléptica maligna

Classe

Medicamentos

Clorpromazina

Flufenazina

Haloperidol

Loxapina

Mesoridazina

Molindona

Perfenazina

Pimozida

Tioridazina

Tiotixeno

Trifluorperazina

Aripiprazol

Clozapina

Olanzapina

Paliperidona

Quetiapina

Risperidona

Ziprasidona

Antieméticos (medicamentos antivômito)

Domperidona

Droperidol

Metoclopramida

Proclorperazina

Prometazina

Sintomas

Geralmente os sintomas se desenvolvem por alguns dias e incluem

  • Confusão, agitação ou coma

  • Rigidez muscular

  • Temperatura alta, muitas vezes acima de 40 °C (104 °F)

  • Frequência cardíaca rápida

  • Frequência respiratória rápida

  • Pressão arterial alta ou variável (lábil)

Os músculos lesionados liberam a proteína mioglobina que é excretada na urina, tornando-a castanha. Esse problema (mioglobinúria) pode resultar em lesão renal aguda ou até mesmo em insuficiência renal. Cerca de 10% a 20% das pessoas morrem, mesmo com tratamento rápido.

Diagnóstico

  • Sintomas típicos que surgem em uma pessoa que está tomando um medicamento conhecido por causar síndrome neuroléptica maligna

Os médicos suspeitam do diagnóstico quando pessoas que estão tomando um medicamento conhecido por causar síndrome neuroléptica maligna desenvolvem sintomas característicos e pelos achados em exames físicos, principalmente rigidez muscular grave. Não há exames que confirmem o diagnóstico. Entretanto, como outros distúrbios (por exemplo, meningite e sepse) podem provocar sintomas parecidos, os médicos muitas vezes fazem testes para esses distúrbios. Os médicos também fazem exames de sangue e urina para verificar se há degradação de proteínas musculares e lesão renal.

Tratamento

  • Interromper o medicamento

  • Controlar a febre

  • Prestar cuidados de apoio intensivos

As pessoas com essa síndrome geralmente recebem tratamento na unidade de cuidados intensivos. O medicamento é interrompido e a febre controlada, geralmente umedecendo (vaporizando) e soprando ar sobre a pele ou usando cobertores de resfriamento especiais. Pessoas que estão muito agitadas recebem sedativos por veia. Outros tratamentos com benefício possível, mas não comprovado, são usados muitas vezes por causa da gravidade deste problema. Estes incluem dantroleno (um relaxante muscular para reduzir a febre e a lesão muscular) e bromocriptina (para melhorar a função dos nervos).

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Laceração do tendão calcâneo
Vídeo
Laceração do tendão calcâneo
Os tendões são bandas de tecido fibroso que conectam o músculo ao osso. O tendão calcâneo...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Ossos do cotovelo
Modelo 3D
Ossos do cotovelo

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS