Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

O clínico geral

Por

Michael R. Wasserman

, MD, Los Angeles Jewish Home

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Normalmente, o ponto de entrada no sistema de saúde é um profissional de cuidados primários (também conhecido como clínico geral [PCP], médico geral ou médico de família), geralmente um médico, mas às vezes, um enfermeiro ou um médico-assistente. O clínico geral presta assistência médica geral e é responsável pela coordenação dos especialistas médicos e tratamento de suporte. Alguns planos de saúde exigem que um membro segurado selecione um clínico geral. No entanto, mesmo se o seguro de saúde da pessoa não exigir isso, ter um clínico geral tem muitas vantagens que podem levar a uma melhor assistência. (Consulte também Introdução a aproveitando ao máximo os cuidados com a saúde). As pessoas que têm um clínico geral são menos propensas a procurar um pronto-socorro desnecessariamente e a ser atendidas por um médico desconhecido. Quando as pessoas consultam um médico, elas não sabem, mas o médico pode não ter todas as informações de retrospecto necessárias para diagnosticar e tratar o problema. Consequentemente, o médico pode repetir ou pedir exames desnecessários.

Quando já existe uma relação com o clínico geral, a comunicação costuma ser melhor e torna-se mais fácil tomar decisões. As pessoas estão mais dispostas a confiar em um médico que conhecem e costumam sentir menos ansiedade quando surge um problema de saúde. Os clínicos gerais frequentemente apresentam relacionamentos de longo prazo com seus pacientes. Eles conhecem os desejos e valores dos seus pacientes, sabem qual é a melhor maneira de seus pacientes compreenderem as informações que lhes são passadas, como seus pacientes lidam com adversidade, sabem se seus pacientes podem adquirir os medicamentos prescritos e em quais familiares eles confiam.

Os clínicos gerais explicam qual o tipo e por que o cuidado é necessário, e com qual frequência as consultas devem ser agendadas. Eles podem encaminhar as pessoas aos especialistas, quando necessário, e coordenar o cuidado com outros profissionais da área da saúde. Alguns planos de saúde exigem que as pessoas consultem seu clínico geral para obter um encaminhamento antes de consultarem um especialista. Embora essa prática possa ser vista como um obstáculo ao tratamento especializado, ela pode ser útil. Por exemplo, a necessidade de se fazer encaminhamentos garante que o clínico geral seja informado sobre todas as necessidades de assistência à saúde de uma pessoa. Também garante que as pessoas sejam avaliadas por um especialista adequado.

Para encontrar um clínico geral, as pessoas podem começar pedindo recomendações para amigos e parentes. Ou podem ligar para uma faculdade de medicina e perguntar sobre um departamento, como pediatria, medicina interna ou medicina da família. As pessoas idosas podem desejar um especialista no tratamento de sua faixa etária (um geriatra) como seu clínico geral. Muitos planos de seguro de saúde limitam a escolha de médicos e outros profissionais. Nesses casos, as pessoas devem consultar o plano para obter uma lista de profissionais participantes. Algumas vezes, as pessoas não podem consultar o médico que escolheram, porque o médico não aceita mais novos pacientes.

Para informações sobre as credenciais de um médico, as pessoas podem ligar para o Departamento Americano de Especialidades Médicas [American Board of Medical Specialties] (866-275-2267, ligação gratuita) ou visitar o site dessa organização (www.abms.org).

Ao escolher um clínico geral, deve-se considerar o que é mais importante em um médico (por exemplo, cordialidade, rigor, paciência ou prontidão). Algumas pessoas preferem um médico que despenda tempo extra com elas, mesmo se isso fizer com que o médico atrase a rotina de consultas. Outras preferem que o médico seja pontual, mesmo que isso possa limitar o tempo que o médico passe com elas. As pessoas devem buscar um médico com quem elas se sintam confortáveis e tenham confiança.

Esse médico é correto?

Perguntas úteis para fazer a um médico estão a seguir:

  • O médico participa do meu plano de seguro de saúde?

  • Qual o horário de funcionamento normal do consultório do médico?

  • Qual é o tempo de espera normal para marcar uma consulta de rotina? E uma consulta urgente?

  • O médico atende telefonemas ou responde e-mail (durante ou após o horário de consulta)? Em caso afirmativo, ele responde rápido?

  • O médico dispõe de um portal on-line para agendamento de consultas e comunicações com pacientes (por exemplo, pedidos de renovação de receita médica e análise dos resultados de exames)?

  • O médico cuidará de mim se eu precisar ser hospitalizado ou serei encaminhado a outro médico? O médico participa da equipe de quais hospitais?

  • O médico é credenciado pelo conselho?

  • O consultório é fácil de entrar e sair?

  • O médico atende às consultas pontualmente?

  • Quem atende os pacientes do médico quando o consultório está fechado (à noite ou finais de semana) ou quando o médico está ausente? Quando o atendimento é realizado por outro profissional, ele conhece os pacientes ou tem acesso aos registros médicos do paciente?

  • Quem está rotineiramente envolvido no atendimento dos pacientes do médico? Por exemplo, enfermeiros e assistentes estão envolvidos?

  • Como os resultados de teste (normal e anormal) são comunicados e quem (médico ou paciente) inicia a comunicação?

Questões úteis para serem feitas pelos pacientes do médico:

  • O médico tem tempo para ouvir minhas preocupações?

  • O médico explica adequadamente um diagnóstico?

  • Você confia na opinião do médico?

  • Antes de prescrever um medicamento, o médico discute seus riscos e benefícios?

  • Antes de prescrever um medicamento, o médico discute alternativas?

Mais informações

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
O corpo humano: Células, tecidos, órgãos e sistemas
Vídeo
O corpo humano: Células, tecidos, órgãos e sistemas

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS