Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Dor escrotal

Por

Anuja P. Shah

, MD, David Geffen School of Medicine at UCLA

Última revisão/alteração completa set 2019| Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Pode ocorrer dor no escroto (a bolsa que circunda e protege os testículos) nos homens de qualquer idade, desde recém-nascidos a idosos. Os testículos são muito sensíveis; portanto, até mesmo lesões discretas podem causar dor ou desconforto.

Causas

A dor pode estar diretamente relacionada aos testículos ou pode ser causada por distúrbios no escroto, virilha ou abdômen.

Causas comuns

As causas mais comuns da dor escrotal repentina incluem

  • Torção de um testículo (torsão testicular)

  • Torção do apêndice testicular (um pequeno pedaço de tecido fixado aos testículos)

  • Inflamação do epidídimo (epididimite)

A torção testicular ocorre quando um testículo gira em torno de seu cordão espermático. O giro bloqueia o fluxo sanguíneo para os testículos, causando dor e, algumas vezes, a morte dos testículos. A torção testicular é mais comum em recém-nascidos e após a puberdade. A torção também pode ocorrer no apêndice testicular, um pequeno pedaço de tecido basicamente sem função que permanece desde o desenvolvimento do embrião. Como na torção testicular, o giro do apêndice testicular pode bloquear o fluxo sanguíneo, causando dor. A torção do apêndice testicular é mais comum entre os meninos de 7 a 14 anos de idade.

Epididimite é uma inflamação do tubo enrolado no topo dos testículos no qual o esperma amadurece. A epididimite é a causa mais comum de dor escrotal em adultos. A epididimite normalmente é causada por uma infeção, tipicamente uma sexualmente transmitida. Entretanto, algumas vezes não há infecção. Em tais casos, os médicos acreditam que o epidídimo fique inflamado devido ao fluxo reverso da urina para o epidídimo, talvez devido a esforço (como quando uma pessoa levanta algo pesado).

Causas menos comuns

Há várias causas menos comuns. Causas menos comuns incluem

Distúrbios perigosos que algumas vezes causam dor escrotal incluem a ruptura de um aneurisma da aorta abdominal e infecção necrosante do períneo — a área entre os genitais e o ânus — chamado de gangrena de Fournier. Câncer em um dos testículos raramente causa dor.

Avaliação

As informações a seguir podem ajudar as pessoas a decidir quando o cuidado médico imediato é necessário e saber o que esperar durante a avaliação.

Sinais de alerta

Nos homens com dor no escroto, certos sintomas e características são causa de preocupação. Incluem

  • Dor repentina e intensa

  • Inchaço no escroto ou na área da virilha, particularmente aquele que não pode ser diminuído e que é acompanhado por dor forte ou vômito intenso

  • Bolhas e/ou coloração vermelha ou preta do escroto ou a área entre o pênis e o ânus.

  • Sintomas de doença grave, como febre alta, dificuldade de respirar, suor, tontura ou confusão.

Quando consultar um médico

Os homens ou meninos que têm sinais de alerta ou estão com dor forte devem consultar um médico imediatamente porque algumas causas de dor podem levar à perda de um testículo ou outras complicações sérias. As pessoas sem sinais de alerta devem consultar um médico dentro de um dia ou dois.

O que o médico faz

Os médicos primeiramente fazem perguntas sobre os sintomas da pessoa e o histórico médico e, em seguida, fazem um exame físico. O que eles identificam no histórico e exame físico frequentemente sugere uma causa para a dor escrotal e os exames que podem ser necessários (consulte a tabela Algumas causas e características da dor escrotal).

Os médicos perguntam

  • Onde a dor está localizada

  • Há quanto tempo sente a dor

  • Se há ferimentos na região da virilha

  • Histórico sexual do homem

  • Se há quaisquer problemas ao urinar (como queimação ou secreção)

  • Se há qualquer distúrbio que possa causar dor no trajeto até a virilha

Embora o exame físico concentre-se nos genitais, área da virilha e abdômen, os médicos também procuram por sinais de distúrbios em outros lugares que possam causar a dor que é sentida no escroto. Os médicos primeiramente procuram identificar os distúrbios que requerem tratamento imediato. O início e a natureza da dor e a idade da pessoa podem fornecer pistas para a causa.

Tabela
icon

Algumas causas e características da dor escrotal

Causa

Características comuns*

Exames

Torção testicular (giro de um testículo)

Dor intensa e constante que começa repentinamente em um testículo

Um testículo que pode ser puxado para cima mais perto do corpo do que do outro testículo

Ocorre com mais frequência em recém-nascidos e meninos após a puberdade, mas algumas vezes em adultos

Torção do apêndice testicular (torção de um pequeno pedaço de tecido fixado aos testículos)

Dor que normalmente se desenvolve por vários dias e que ocorre na parte superior do testículo

Algumas vezes, inchaço ao redor do testículo

Ocorre tipicamente em meninos com 7 a 14 anos de idade

Ultrassonografia

Epididimite (inflamação do epidídimo) ou orquiepididimite (inflamação de um epidídimo e testículo)

Dor que começa gradualmente ou repentinamente no epidídimo e, algumas vezes, no testículo

Possivelmente micção frequente ou dor ou queimação durante a micção

Possivelmente em homens que levantaram muito peso ou fizeram esforço recentemente

Frequentemente, inchaço do escroto

Algumas vezes, uma secreção do pênis

Ocorre tipicamente em meninos após a puberdade e em homens

Urinálise e cultura de urina

Algumas vezes, exames para verificar a presença de doenças sexualmente transmissíveis

Lesões

Em homens que tenham tido um ferimento nos genitais

Frequentemente, inchaço do escroto

Ultrassonografia

Hérnia inguinal (uma hérnia na virilha)

Tipicamente, em homens que têm uma protuberância indolor na virilha há muito tempo, frequentemente naqueles que sabem que têm uma hérnia.

Uma protuberância que

  • Parece macia e em formato de balão

  • Tipicamente aumenta quando os homens estão na posição ereta ou a pressão dentro do abdômen aumenta (por exemplo, quando pressionado com um movimento do intestino ou ao levantar peso)

  • Algumas vezes desaparece quando se deita

  • Algumas vezes pode ser colocada para dentro do abdômen

Dor que começa gradual ou repentinamente, tipicamente quando a protuberância não pode ser colocada para dentro do abdômen

Exame médico

Dor referida (por exemplo, dor que vem de um aneurisma da aorta abdominal, cálculos no trato urinário, pressão nas raízes nervosas espinhais na parte inferior da coluna, apendicite ou um tumor ou dor que ocorre após uma hérnia ser tratada)

Resultados normais detectados durante o exame do escroto

Algumas vezes sensibilidade abdominal

Depende das descobertas do exame e da causa suspeitada

Orquite (infecção dos testículos), normalmente devido a um vírus, como o vírus da caxumba

Dor no escroto e abdômen, náusea e febre

Inchaço e algumas vezes vermelhidão no escroto

Exames de sangue repetidos para medir os anticorpos ao vírus suspeito de ser a causa

Infecção necrosante do períneo (a área entre os genitais e o ânus), chamada de gangrena de Fournier

Dor intensa, aparência doentia, febre e, algumas vezes, confusão, dificuldade em respirar, suor ou tontura

Vermelhidão do escroto ou bolhas ou tecido morto na área dos genitais

Algumas vezes nos homens que recentemente fizeram cirurgia abdominal

Mais comum entre homens mais idosos com diabetes, doença arterial periférica ou ambas

Normalmente somente um exame realizado pelo médico

Algumas vezes, exames de imagem

*As características incluem os sintomas e os resultados do exame médico. As características mencionadas são típicas, mas nem sempre estão presentes.

Exames

A necessidade de exames depende do que o médico encontra durante o histórico e o exame físico. Entretanto, alguns exames são normalmente realizados.

Cirurgia oportuna para torção testicular é essencial, portanto, quando os médicos estiverem muito preocupados com a torção testicular, eles podem fazer a cirurgia imediatamente, em vez de pedir exames.

Tratamento

O melhor tratamento de dor escrotal é o tratamento da causa da dor. Por exemplo, torção testicular, hérnia estrangulada e infecção necrosante requerem cirurgia imediata.

Os médicos podem prescrever analgésicos, assim como medicamentos anti-inflamatórios não esteroides ou opioides, para aliviar a dor intensa.

Informações essenciais para idosos

Torção testicular é incomum em idosos. Quando ocorre, os sintomas podem não ser comuns, tornando o diagnóstico mais difícil. Epididimite e orquite são mais comuns em idosos. Doenças sexualmente transmissíveis são menos frequentes como causa de epididimite. Ocasionalmente, hérnia inguinal, perfuração do cólon ou cálculos renais (cólica renal) podem causar dor escrotal em idosos.

Pontos-chave

  • Torção testicular é a primeira consideração em homens com repentina dor escrotal, particularmente em crianças e adolescentes.

  • Epididimite é a causa mais comum da dor escrotal em homens, particularmente aqueles com secreção ou queimação ou dor durante a micção.

  • Os médicos podem fazer a cirurgia em vez de exames de imagem se estiverem particularmente preocupados em relação à torção testicular.

  • A dor escrotal pode ser causada por dor que é referida a partir do abdômen.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Remoção da próstata
Vídeo
Remoção da próstata
A próstata faz parte do sistema reprodutor masculino. É uma glândula pequena e arredondada...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Néfron
Modelo 3D
Néfron

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS