Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Ceratite ulcerativa periférica

(Ceratólise Marginal; Ulceração Reumatoide Periférica)

Por

Melvin I. Roat

, MD, FACS, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa mai 2020| Última modificação do conteúdo mai 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A ceratite ulcerativa periférica é uma doença ocular grave que envolve inflamação e ulceração da córnea (a camada transparente na frente da íris e da pupila) que quase sempre surge em pessoas que apresentam doenças do tecido conjuntivo, como a artrite reumatoide.

  • Os sintomas incluem visão embaçada, aumento da sensibilidade à luz e sensação de presença de um objeto estranho no olho.

  • Os médicos diagnosticam ceratite ulcerativa periférica com base na aparência da córnea em alguém que tenha uma doença do tecido conjuntivo.

  • Os médicos tratam a córnea danificada e administram medicamentos para suprimir o sistema imunológico.

O interior do olho

O interior do olho

A ceratite ulcerativa periférica provavelmente tem como causa uma reação autoimune. Em uma doença autoimune Doenças autoimunes Uma doença autoimune é um mau funcionamento do sistema imunológico, levando o corpo a atacar os seus próprios tecidos. Ainda não se sabe o que desencadeia as doenças autoimunes. Os sintomas... leia mais , os anticorpos ou células produzidas pelo corpo atacam os próprios tecidos do corpo. Muitas doenças autoimunes afetam o tecido conjuntivo em uma variedade de órgãos. O tecido conjuntivo é o tecido estrutural que dá força às articulações, tendões, ligamentos e vasos sanguíneos. Os distúrbios do tecido conjuntivo que ocorrem com a ceratite ulcerativa periférica incluem artrite reumatoide Artrite reumatoide (AR) A artrite reumatoide é uma artrite inflamatória em que as articulações, geralmente incluindo as das mãos e pés, ficam inflamadas, resultando em inchaço, dor e, geralmente, destruição das articulações... leia mais Artrite reumatoide (AR) , granulomatose com poliangeíte Granulomatose com poliangeíte A granulomatose com poliangeíte inicia-se geralmente com a inflamação dos vasos sanguíneos de pequeno e médio porte e dos tecidos do nariz, seios nasais, garganta, pulmões ou rins. Desconhece-se... leia mais Granulomatose com poliangeíte e policondrite recidivante Policondrite recidivante A policondrite recidivante é uma doença reumática autoimune rara, caracterizada por episódios de inflamação dolorosa e destrutiva da cartilagem e outros tecidos conjuntivos em diversos órgãos... leia mais Policondrite recidivante .

A ceratite ulcerativa periférica também pode ser causada por uma infecção.

Sintomas da ceratite ulcerativa periférica

A pessoa passa a ter visão embaçada, aumenta a sensibilidade à luz e surge a sensação de presença de um objeto estranho no olho. A úlcera se localiza na periferia da córnea e a sua forma é, geralmente, oval.

Diagnóstico da ceratite ulcerativa periférica

  • Avaliação médica

  • Às vezes, cultura

O diagnóstico da ceratite ulcerativa periférica é suspeitado quando o médico examina uma córnea afetada em uma pessoa que também apresenta uma doença do tecido conjuntivo grave e/ou crônica.

Se os médicos suspeitarem que uma infecção, bacteriana, fúngica ou pelo vírus herpes simples é a causa da ceratite ulcerativa periférica, eles realizam uma raspagem da úlcera e margens das pálpebras para uma retirar uma amostra. As amostras são, então, desenvolvidas em um laboratório (cultivadas) para identificar o organismo.

Prognóstico da ceratite ulcerativa periférica

Sem tratamento, cerca de 40% das pessoas que apresentam uma doença autoimune de tecido conjuntivo e ceratite ulcerativa periférica morrem (principalmente devido a um infarto do miocárdio) nos primeiros 10 anos depois do início da ceratite ulcerativa periférica. Com tratamento, cerca de 8% das pessoas morrem nos primeiros 10 dias. O problema ocular em si não é a causa da morte; esta é causada pelo efeito da doença autoimune subjacente em todo o corpo.

Tratamento da ceratite ulcerativa periférica

  • Medicamentos que suprimem o sistema imunológico

Para tratar a ceratite ulcerativa periférica, os médicos administram medicamentos que suprimem o sistema imunológico, como metotrexato, ciclofosfamida ou rituximabe tomados por via oral ou na veia (via intravenosa).

Os médicos também podem preencher a úlcera com um material especial (chamado adesivo tecidual) e então cobrir a área com lentes de contato especiais para controlar a inflamação. Alternativamente, os médicos podem reparar a córnea cirurgicamente com um transplante de córnea Transplante de córnea O transplante de córnea (ceratoplastia) é um tipo de transplante frequente e extremamente bem-sucedido. Uma córnea (camada transparente na frente da íris e da pupila) com cicatrizes, extremamente... leia mais de espessura parcial.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Teste os seus conhecimentos
Penfigoide cicatricial
O penfigoide de membranas mucosas causa inflamação e formação de cicatriz na conjuntiva (a membrana que reveste as pálpebras e recobre a parte branca dos olhos). De que tipo de distúrbio se trata?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS