Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Tumores benignos do intestino delgado

Por

Minhhuyen Nguyen

, MD, Fox Chase Cancer Center, Temple University

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

A maioria dos tumores do intestino delgado não é cancerosa (benigna). Incluem tumores das células adiposas (lipomas), células nervosas (neurofibromas), células do tecido conjuntivo (fibromas) e células musculares (leiomiomas).

A maioria dos tumores benignos do intestino delgado é assintomática. No entanto, os de maiores dimensões podem provocar sangue nas fezes, obstrução intestinal parcial ou completa ou estrangulamento intestinal, se um segmento do intestino se introduzir no segmento adjacente (um distúrbio conhecido como intussuscepção). Alguns tumores não cancerosos secretam hormônios ({blank} Gastrinoma) ou substâncias similares ({blank} Vipoma) que podem causar sintomas como diarreia ou rubor facial.

Pequenas formações benignas podem ser destruídas por tratamentos aplicados por um tubo flexível de visualização (endoscópio — {blank} Endoscopia) inserido no intestino. Estes tratamentos incluem aplicação direta de tensão elétrica (eletrocauterização) ou calor (obliteração térmica), e a aplicação de raios de luz de alta energia sobre a formação (fototerapia com laser). Em casos de formações maiores, uma cirurgia pode ser necessária.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS