Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Apraxia

Por

Juebin Huang

, MD, PhD, Memory Impairment and Neurodegenerative Dementia (MIND) Center, University of Mississippi Medical Center

Última revisão/alteração completa fev 2019| Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para a versão para profissionais

A apraxia é a incapacidade para realizar tarefas que exijam recordar padrões ou sequências de movimento.

  • Pessoas com apraxia não conseguem se lembrar ou fazer a sequência de movimentos necessários para completar tarefas complexas ou de habilidade simples, apesar de ter a capacidade física para realizar tarefas.

  • Os médicos pedem à pessoa para realizar ou imitar tarefas comuns aprendidas, e testes de função cerebral e exames por imagem podem ser realizados.

  • Fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais podem ajudar fazendo com que o ambiente fique mais seguro e fornecendo dispositivos para permitir que as pessoas com apraxia se sintam melhor.

A apraxia é relativamente incomum.

Causas

A apraxia é normalmente causada por lesão dos lóbulos parietais, ou das vias nervosas que ligam esses lobos às outras partes do cérebro. Essas áreas armazenam memórias de sequências de movimentos aprendidos. Menos frequentemente, a apraxia resulta de lesão em outras áreas do cérebro.

Sintomas

Pessoas com apraxia não conseguem se lembrar ou fazer a sequência de movimentos necessários para completar tarefas complexas ou de habilidade simples, apesar de ter a capacidade física para realizar a tarefa e conseguir realizar os movimentos individuais da tarefa. Por exemplo, abotoar um botão, que é uma atividade que requer a realização de uma série de passos, pode ser impossível, apesar de as mãos serem fisicamente capazes de realizar a tarefa. Normalmente, as pessoas não se dão conta que apresentam um problema.

Indivíduos com apraxia verbal (fala) não conseguem produzir as unidades fundamentais do som necessárias para falar, pois não conseguem iniciar, coordenar ou realizar a sequência de movimentos musculares, necessários para articular as palavras.

Algumas formas de apraxia afetam apenas tarefas específicas. Por exemplo, as pessoas podem perder a capacidade de fazer qualquer um dos seguintes procedimentos: tirar uma foto, escrever um bilhete, abotoar um casaco, amarrar um cadarço, pegar um receptor de telefone ou tocar um instrumento musical.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Testes das funções cerebrais

  • Exames por imagem, como tomografia computadorizada ou imagem por ressonância magnética

Para diagnosticar a apraxia, os médicos pedem que a pessoa faça ou imite tarefas comuns aprendidas, como o uso de uma escova de dentes, tesouras ou uma chave de fenda. Os médicos também fazem um exame físico para determinar se os sintomas são causados ​​por fraqueza muscular ou um problema muscular ou de articulação.

Os membros da família ou cuidadores são questionados sobre o quão bem a pessoa realiza as atividades diárias, como comer com talheres, preparar as refeições e escrever.

Podem ser realizados alguns testes padronizados de funcionamento do cérebro (testes neuropsicológicos). Esses testes podem envolver questões e/ou pedidos para fazer movimentos específicos (como dar tchau com as mãos ou mostrar como se utiliza um martelo).

São realizados exames de imagem, como tomografia computadorizada (TC) ou imagem por ressonância magnética (RM) e outros testes para determinar a causa da lesão cerebral.

Prognóstico

Dependendo da causa, algumas pessoas com apraxia continuam a perder a função e se tornam dependentes, necessitando de ajuda nas atividades diárias e alguma supervisão. No entanto, se a apraxia resultar de acidente vascular cerebral, as pessoas podem não continuar a perder as funções podendo até mesmo melhorar um pouco.

Tratamento

  • Tratamento da causa

  • Fisioterapia e terapia ocupacional

O problema que causa a apraxia é tratado, se possível. Não existe tratamento específico para apraxia.

A terapia ocupacional ou física pode ajudar em alguns casos de apraxia, mostrando ao indivíduo como aprender a compensar as suas perdas. Mas o principal uso dessas terapias é tornar o ambiente mais seguro e proporcionar dispositivos que auxiliam as pessoas a executarem melhor suas tarefas.

Fonoaudiólogos podem ajudar as pessoas que apresentam apraxia verbal solicitando que elas pratiquem fazendo padrões sonoros repetitivos. Se a apraxia verbal for grave, as pessoas podem aprender a usar um quadro de letras ou imagens, ou um dispositivo eletrônico de comunicação com um teclado e tela para visualização de mensagens.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Punção lombar
Vídeo
Punção lombar
A medula espinhal é um feixe de nervos que percorre desde a base do cérebro por todas as costas...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Coluna vertebral e medula espinhal
Modelo 3D
Coluna vertebral e medula espinhal

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS