Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Quedas devido à hospitalização

Por

Oren Traub

, MD, PhD, Pacific Medical Centers

Última revisão/alteração completa mar 2018| Última modificação do conteúdo mar 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

As condições em um hospital podem aumentar o risco de queda, particularmente para pessoas idosas. Depois de ficar na cama por um longo período (repouso no leito), os músculos da perna podem ficar fracos e menos capazes de apertar as veias da perna e, portanto, forçar o sangue em direção ao coração. Assim, o sangue se acumula nas pernas quando o paciente se levanta, fazendo com que a pressão arterial caia e que a pessoa se sinta tonta e com a sensação de que vai desmaiar (um distúrbio chamado hipotensão ortostática).

Além disso, o paciente pode receber medicamentos que o fazem se sentir tonto, sonolento ou confuso. Uma cama pode ser alta demais ou ter grades, fazendo com que seja mais difícil sair dela. A iluminação pode ser baixa e, portanto, é possível que o paciente não veja os obstáculos. O paciente que está confuso ou desorientado tem maior probabilidade de cair.

Como estar em um hospital interrompe as rotinas comuns, os pais que estão no hospital para cuidar de um recém-nascido ou de uma criança pequena doente podem esquecer as precauções comuns, como subir as grades do berço quando o recém-nascido está no berço.

Prevenção de quedas no hospital

Se o paciente que está hospitalizado ou os familiares perceberem o que pode causar quedas em um hospital, eles poderão tomar medidas para impedi-las. Por exemplo, para evitar o enfraquecimento dos músculos, o paciente pode sair da cama assim que possível e se exercitar. Os membros da família ou os membros da equipe podem acompanhar o paciente enquanto ele caminha pelos corredores do hospital, até que o paciente ganhe novamente a força muscular.

A maioria das quedas ocorre quando o paciente sai da cama. Portanto, os membros da família ou os membros da equipe podem ajudar fazendo o seguinte:

  • Se a cama tiver grade ou for alta demais, perguntar se a grade é necessária e se a cama pode ser baixada.

  • Certificar-se de que o paciente saiba qual é a altura da cama

  • Estimular o paciente a ter cuidado e a se movimentar lentamente ao sair da cama

  • Certificar-se de que o paciente esteja usando chinelos ou sapatos com solas antiderrapantes.

  • Mostrar ao paciente onde é o banheiro e como chegar lá (para evitar escorregar e tropeçar na mobília)

  • Mostrar ao paciente como pedir ajuda

  • No caso de recém-nascidos e crianças pequenas, certificar-se de que a grade do berço esteja elevada

Geralmente, os membros da equipe tentam identificar e oferecer ajuda extra para pacientes com probabilidade de cair. Os membros da equipe podem verificar o paciente em intervalos regulares ou colocá-los em quartos próximos à enfermagem.

Se as pessoas não conseguirem levantar da cama com segurança sem precisar de ajuda, os membros da equipe pedem a elas que usem uma campainha para solicitar ajuda. Se as pessoas não perceberem ou aceitarem que não conseguem levantar da cama sozinhas, um alarme junto à cama pode ser utilizado. Ele faz um alto barulho de apito para que chegue ajuda caso as pessoas tentem sair da cama sozinhas.

Os familiares podem pedir a um médico para verificar os medicamentos sendo tomados e identificar qualquer um que possa aumentar o risco de queda. Se um tipo de medicamento assim estiver sendo usado, os familiares poderão perguntar ao médico sobre a possibilidade de mudar o medicamento ou de reduzir a dose.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Raios X
Vídeo
Raios X
A tecnologia de raios X utiliza raios de alta energia que podem atravessar certos tecidos...
Angiografia cerebral: Inserção de cateter
Vídeo
Angiografia cerebral: Inserção de cateter
A angiografia é utilizada para obter informações diagnósticas sobre os vasos sanguíneos que...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS