Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Subluxação da cabeça do rádio

Por

Danielle Campagne

, MD, University of San Francisco - Fresno

Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

(Cotovelo da ama-seca)

A subluxação da cabeça do rádio, comum entre as crianças pequenas, é causada pela tração no antebraço e geralmente se manifesta como recusa a mover o cotovelo (pseudoparalisia).

Em adultos, a cabeça do rádio é mais larga que o colo radial; consequentemente, ela não pode passar pelos ligamentos que envolvem o colo. No entanto, em crianças pequenas (cerca de 2 a 3 anos), a cabeça do rádio não é mais larga que o colo radial e pode facilmente escorregar por esses ligamentos (subluxação da cabeça do rádio).

A subluxação resulta da tração do antebraço, como em uma criança relutante empurrada para frente; no entanto, muitos cuidadores não se lembram de fazer isso.

Dicas e conselhos

  • Considerar subluxação da cabeça do rádio em crianças pequenas se elas não conseguirem mover o cotovelo.

Sintomas

Os sintomas de subluxação da cabeça do rádio podem incluir dor e sensibilidade. A maioria dos pacientes não consegue descrever os sintomas e simplesmente relutam a mover o membro superior atingido. A cabeça do rádio pode estar apenas levemente dolorida.

Diagnóstico

  • Geralmente, história

Alguns especialistas consideram desnecessária a realização de radiografias simples quando os pacientes têm uma história clara de lesão por tração, a menos que um diagnóstico alternativo seja clinicamente suspeito (1).

Usar manobra de redução pode ser diagnóstico e terapêutico.

Referência sobre diagnóstico

  • 1. Eismann EA, Cosco ED, Wall EJ: Absence of radiographic abnormalities in nursemaid's elbows. J Pediatr Orthop 34 (4):426–431, 2014. doi: 10.1097/BPO.0000000000000126.

Tratamento

  • Redução

A redução pode ser feita usando

  • Supinação-flexão

  • Hiperpronação

Nenhuma das técnicas requer sedação ou analgesia; a criança só sente dor por alguns segundos. A hiperpronação tem a taxa melhor de sucesso na primeira tentativa (1).

Na supinação-flexão, o cotovelo é completamente estendido e supinado, e a seguir flexionado. Muitas vezes um discreto estalido palpável é detectado quando a cabeça do rádio volta à posição normal.

Na hiperpronação, o médico apoia o cotovelo da criança e coloca pressão moderada com o dedo na cabeça do rádio. O médico então segura a parte distal do antebraço com a outra mão e faz hiperpronação no antebraço. O estalido pode ser sentido quando a cabeça do rádio é reduzida.

Geralmente as crianças podem começar a mover o cotovelo após cerca de 10 a 20 minutos. Se não conseguirem movê-lo, deve-se fazer radiografias do cotovelo. Se conseguirem movê-lo, as radiografias e a imobilização são desnecessárias.

Se a dor ou disfunção durar mais de 24 horas, deve-se suspeitar de redução incompleta ou uma fratura oculta. A subluxação da cabeça do rádio é recorrente em 20 a 40% das crianças.

Referência sobre o tratamento

  • 1. Bek D, Yildiz C, Köse O, et al: Pronation versus supination maneuvers for the reduction of 'pulled elbow': A randomized clinical trial. Eur J Emerg MedJ 16 (3):135–138, 2009. doi: 10.1097/MEJ.0b013e32831d796a.

Pontos-chave

  • A subluxação da cabeça do rádio, comum em crianças pequenas, pode ocorrer quando a babá puxa uma criança relutante pelo punho ou a segura pelo punho em uma queda — ações que a babá pode não lembrar.

  • A maioria dos pacientes não consegue descrever os sintomas; a única indicação da lesão pode ser não querer mover o membro superior afetado.

  • Diagnosticar com base na história, a menos que suspeite-se de um diagnóstico alternativo.

  • Tratar com redução da articulação (usando supinação-flexão ou hiperpronação); muitas vezes um discreto estalido palpável é detectado quando a cabeça do rádio volta à posição normal.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Alteração unilateral no teste de Thompson
Vídeo
Alteração unilateral no teste de Thompson
Modelos 3D
Visualizar tudo
Tecido conjuntivo musculoesquelético
Modelo 3D
Tecido conjuntivo musculoesquelético

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS