Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Metástases renais

Por

J. Ryan Mark

, MD,

  • Assistant Professor, Department of Urology
  • Sidney Kimmel Cancer Center at Thomas Jefferson University

Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

Os cânceres não renais podem causar metástases nos rins. Os mais comuns são os melanomas e os tumores sólidos, em particular dos pulmões, das mamas, do estômago, ginecológicos, intestinais e pancreáticos. As leucemias e os linfomas podem invadir os rins, que apresentam aspecto aumentado, geralmente de forma assimétrica.

Apesar do envolvimento intersticial intenso, os sintomas são raros e a função renal pode não se alterar em relação à linha de base. Proteinúria está ausente ou não é significativa e as concentrações de ureia e creatinina no sangue raramente se elevam, a menos que ocorra uma complicação (p. ex., nefropatia por ácido úrico, hipercalcemia ou infecção bacteriana).

As metástases renais são geralmente descobertas durante a avaliação do tumor primário, ou incidentalmente em exames abdominais de imagem. Se não houver tumor primário conhecido, o diagnóstico evolui como o de carcinoma de células renais.

O tratamento é terapia sistêmica para o tumor primário e, raramente, cirurgia. Mas nefrectomia parcial pode ser necessária para orientar a escolha do tratamento sistêmico nos casos em que a biópsia por agulha grossa não fornece tecido suficiente.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS