Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Visão geral dos distúrbios laríngeos

Por

Clarence T. Sasaki

, MD,

  • The Charles W. Ohse Professor of Surgery and Director, Yale Larynx Lab
  • Yale University School of Medicine

Última modificação do conteúdo mar 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

A laringe abrange as pregas vocais e funciona como abertura para a árvore traqueobrônquica. Distúrbios laríngeos incluem

Outros distúrbios que afetam a laringe incluem laringotraqueobronquite aguda (crupe), epiglotite, e laringomalacia (ver Tabela Algumas causas de estridor). Para a remoção de um corpo estranho por meio da manobra de HeimLich, ver Compensação e abertura das vias áreas superiores.

A maioria dos distúrbios laríngeos causa disfonia, que é o comprometimento da voz. Mudança persistente na voz (p. ex., > 3 semanas) requer a visualização das pregas vocais, incluindo sua mobilidade. Apesar de haver mudanças da voz relacionadas à idade, com aumento da soprosidade e aperiodicidade, alterações agudas ou mais importantes na voz do idoso não devem ser atribuídas à idade, e a avaliação é requerida.

A voz deve ser ouvida e gravada, particularmente se há planejamento cirúrgico. O exame da laringe é feito por inspeção externa e palpação do pescoço, bem como visualização interna de epiglote, pregas vestibulares, cordas vocais, aritenoides, seios piriformes e região subglótica abaixo das cordas vocais. A visualização interna é feita por laringoscopia com espelho indireto (ver figura Distúrbios laríngeos) ou laringoscopia direta com fibra óptica flexível ambulatorial com anestesia tópica. Laringoscopia rígida, sob anestesia geral, possibilita o exame mais detalhado das pregas vocais, permitindo

  • Visualização das subsuperfícies

  • Avaliação da mobilidade passiva quando imobilizada por paralisia ou fixação

  • Biópsia

Distúrbios laríngeos

Quando relaxadas, as pregas vocais normalmente formam uma abertura em “V” que permite a passagem do ar livremente para a traqueia. As pregas vocais abrem as vias respiratórias durante a inspiração e as fecham durante a deglutição ou a fala. Quando um espelho laríngeo é posicionado na porção posterior da boca do paciente, as pregas vocais podem frequentemente ser vistas e avaliadas quanto à presença de distúrbios, como úlceras de contato, pólipos, nódulos, paralisia e câncer. A paralisia pode afetar uma (unilateral) ou ambas as pregas vocais (bilateral — não demonstrada).

Distúrbios laríngeos
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS