Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Epididimite e orquiepididimite

Por

Patrick J. Shenot

, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa ago 2019| Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos

Epididimite é a inflamação do epidídimo (o tubo espiralado no alto do testículo que fornece o espaço e o ambiente para o esperma amadurecer), e orquiepididimite é a inflamação do epidídimo e dos testículos.

  • Os homens podem apresentar inchaço, sensibilidade ao toque ou dor.

  • A epididimite e a orquiepididimite são diagnosticadas por exame físico, exame de urina e, às vezes, por ultrassonografia com Doppler.

  • O tratamento inclui antibióticos por via oral, repouso no leito, analgésicos e aplicação de bolsas de gelo sobre o escroto.

A epididimite e a orquiepididimite são normalmente causadas por uma infecção bacteriana. A infecção pode ser consequência de cirurgia, da inserção de cateter na bexiga ou da disseminação de infecções de outra parte do trato urinário. Às vezes, a causa é uma doença sexualmente transmissível. Causas raras incluem a infecção por determinados vírus ou fungos.

Às vezes, não há infecção alguma. Nesses casos, os médicos acreditam que o epidídimo se torna inflamado pelo fluxo reverso de urina no epidídimo, talvez por causa de esforço (como quando os homens levantam algo muito pesado).

Sintomas

Os sintomas da epididimite e da orquiepididimite incluem:

  • Inchaço e sensibilidade ao toque na área afetada

  • Líquido ao redor dos testículos (hidrocele)

  • Febre (em algumas ocasiões)

A dor pode se tornar constante e grave. Se a causa for uma doença sexualmente transmissível, pode haver secreção. Raramente, forma-se um abscesso (acúmulo de pus) sob a forma de nódulo mole no escroto.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Urinálise

A epididimite e a orquiepididimite são diagnosticadas por meio de exame físico e exame de urina. Às vezes, é utilizada ultrassonografia com Doppler para avaliar o fluxo sanguíneo nos testículos.

Tratamento

  • Antibióticos

  • Repouso no leito

  • Medidas para aliviar a dor

A epididimite e a orquiepididimite são normalmente tratadas com antibióticos por via oral, repouso no leito, analgésicos e aplicação de bolsas de gelo sobre o escroto. A imobilização do escroto por meio de suporte atlético diminui a dor provocada por pequenas protuberâncias recorrentes.

Os abscessos requerem geralmente drenagem cirúrgica.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Visão geral do sistema reprodutor masculino
Vídeo
Visão geral do sistema reprodutor masculino
Modelos 3D
Visualizar tudo
Sistema reprodutor masculino
Modelo 3D
Sistema reprodutor masculino

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS