honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Massas no pescoço em crianças

Por

Udayan K. Shah

, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa fev 2019| Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos

Massas no pescoço consistem em inchaços que alteram a forma do pescoço.

Massas no pescoço são extremamente comuns entre crianças. Em crianças, a causa mais comum de uma massa no pescoço é

Um linfonodo pode aumentar pelas seguintes razões:

As massas no pescoço são às vezes causadas por um cisto (um saco que contém líquido) presente desde o nascimento, mas notado somente após se inflamar ou infeccionar. Massas no pescoço podem resultar de inchaço devido a lesão no pescoço, inflamação das glândulas salivares ou tumores não cancerosos (benignos). Às vezes, o aumento da glândula tireoide (chamado bócio) pode causar uma massa no pescoço. Em casos raros, a causa é um linfoma, tumor da tireoide ou outro tumor canceroso (maligno).

A maioria das massas no pescoço não provoca sintomas e é mais preocupante para os pais do que para as crianças que as têm. No entanto, linfonodos ou cistos infeccionados podem ser doloridos e podem causar febre.

Diagnóstico

  • Exames de imagem, cultura, exames de sangue e exames de tuberculose na pele

  • Exames de tireoide

  • Biópsia

Visto que muitas massas no pescoço são causadas por infecções virais e desaparecem sem tratamento, exames em geral não são necessários, a menos que a massa dure por várias semanas.

No entanto, os médicos podem coletar uma amostra da parte posterior da garganta para realizar um exame de infecção bacteriana, ou podem solicitar um exame de sangue para detectar distúrbios como mononucleose infecciosa, leucemia, hipertireoidismo ou problemas hemorrágicos.

Os médicos podem solicitar também uma radiografia do tórax e usar exames de tomografia computadorizada (TC) ou ressonância magnética (RM) da cabeça e do pescoço para determinar se a massa é um tumor ou um cisto e para determinar exatamente suas dimensões e abrangência. É possível fazer uma ultrassonografia para determinar se a massa no pescoço é um cisto.

Um exame de pele pode ser realizado quanto à presença de tuberculose.

Uma amostra da massa pode ser removida e examinada (biópsia) para determinar se há um tumor canceroso presente.

Podem ser necessários outros exames, como o uso de um tubo de visualização para examinar o nariz, a garganta e a laringe (chamada nasofaringolaringoscopia); pulmões (broncoscopia) ou esôfago (esofagoscopia).

Tratamento

  • Depende da causa

O tratamento de massas no pescoço depende da causa. Antibióticos são úteis para as linfonodos infeccionados e outras infecções bacterianas. Se os antibióticos não forem eficazes, pode ser necessária cirurgia.

Massas causadas por infecções virais e inchaço por lesões desaparecem gradualmente com o tempo.

Tumores e cistos com frequência exigem cirurgia.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS