Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Câncer durante a gestação

Por

Lara A. Friel

, MD, PhD, University of Texas Health Medical School at Houston, McGovern Medical School

Última revisão/alteração completa abr 2020| Última modificação do conteúdo abr 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Uma vez que o câncer tende a ser potencialmente fatal e adiar o tratamento pode reduzir a chance de ele ser bem-sucedido, o câncer geralmente é tratado assim mesmo, ou seja, estando ela grávida ou não. Alguns dos tratamentos padrão (cirurgia, quimioterapia e radioterapia) podem ser prejudiciais ao feto. Nesse caso, algumas mulheres talvez considerem realizar um aborto. No entanto, os tratamentos, por vezes, podem ser programados de modo que os riscos para o feto sejam reduzidos.

Em alguns tipos de câncer (como câncer colorretal e câncer ginecológico), é possível que o tratamento seja modificado durante a gestação.

Câncer de reto

Às vezes, é preciso remover o útero (histerectomia) no caso de câncer de reto para garantir que todo o câncer foi de fato removido. Nesses casos, o parto por cesariana pode ser realizado já na 28ª semana de gestação para que possa ser feita uma histerectomia e um tratamento agressivo contra o câncer possa ser iniciado.

Câncer do colo do útero

A gravidez não parece piorar o câncer do colo do útero.

Se o resultado do exame de Papanicolau da gestante estiver alterado, o médico examina o colo do útero com lentes de ampliação binoculares (colposcopia). A colposcopia não prejudica o feto nem afeta a gravidez. Geralmente, o médico consulta um especialista ao realizar a colposcopia para que ele o ajude a determinar se deve ou não coletar uma amostra de eventuais tecidos com alteração para serem examinados sob o microscópio (biópsia). Uma biópsia do colo do útero não é rotineiramente realizada em gestantes, porque existe o risco de haver sangramento e trabalho de parto prematuro.

Se o câncer do colo do útero estiver em um estágio inicial, o tratamento costuma ser adiado para depois do parto.

Se por outro lado o câncer do colo do útero mais avançado for detectado logo no início da gestação, é mais comum tratá-lo imediatamente, conforme necessário.

Se for diagnosticado no final da gestação, o médico explica sobre o risco de adiar o tratamento para que, assim, a mulher possa decidir se quer adiar o tratamento até que o feto esteja desenvolvido o suficiente para ser realizado o parto. Contudo, se o câncer estiver avançado, um parto por cesariana será realizado, seguido por histerectomia.

Outros tipos de câncer ginecológico

O câncer de ovário é difícil de ser detectado durante a gestação. É possível que ele precise de tratamento imediato (remoção dos ovários).

O câncer de útero (câncer de endométrio) ou o câncer das trompas de Falópio raramente ocorre durante a gestação.

Câncer de mama

O câncer de mama é difícil de ser detectado durante a gestação, devido ao expressivo aumento das mamas. Se algum nódulo for detectado, ele é avaliado pelo médico.

Geralmente, o câncer de mama deve ser tratado imediatamente.

Leucemia e linfoma de Hodgkin

A leucemia e o linfoma de Hodgkin não ocorrem com frequência durante a gestação. Os medicamentos contra o câncer que costumam ser usados para tratar esses tipos de câncer aumentam o risco de aborto espontâneo e defeitos congênitos.

Uma vez que as leucemias podem se tornar fatais rapidamente, a mulher é tratada assim que possível, sem esperar pelo amadurecimento do feto.

Caso o linfoma de Hodgkin esteja presente apenas nas regiões acima do diafragma (o músculo que separa o tórax do abdômen), é possível usar radioterapia e o abdômen é coberto para proteger o feto contra a radiação. Caso o linfoma esteja presente nas regiões abaixo do diafragma, é possível que o médico recomende a realização de um aborto.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Fertilização in vitro
Vídeo
Fertilização in vitro
Os testículos de homens adultos produzem aproximadamente meio bilhão de espermatozoides todos...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Síndrome do Ovário Policístico
Modelo 3D
Síndrome do Ovário Policístico

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS