Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Valvuloplastia mitral
Valvuloplastia mitral
Valvuloplastia mitral

O coração é um músculo pulsante que bombeia sangue para todo o corpo. No interior do coração, quatro válvulas direcionam o fluxo de sangue. Duas válvulas controlam o fluxo de sangue das câmaras superiores, ou átrios, para as câmaras inferiores, ou ventrículos. Duas outras válvulas controlam o fluxo de sangue dos ventrículos, uma para os pulmões e a outra para restante do corpo.

Durante o batimento cardíaco normal, o sangue rico em oxigênio se move do átrio esquerdo para o ventrículo esquerdo pela válvula mitral. Às vezes esta válvula se torna estreita, dura ou espessada. Este quadro clínico é conhecido como estenose mitral.

A valvuloplastia mitral é um procedimento usado para tratar a estenose mitral aumentando a largura da abertura da válvula mitral e restabelecendo o fluxo de sangue normal. Durante este procedimento, um fio-guia é inserido em uma veia na perna e conduzido até o coração. Em seguida, um cateter balão é movido ao longo do fio-guia e empurrado na abertura da válvula mitral.

A extremidade distal do balão é inflada primeiro, para posicionar o balão corretamente dentro da abertura. Depois, o balão inteiro é inflado para expandir a abertura da válvula. O balão pode ser inflado e desinflado várias vezes. Depois que a válvula estiver suficientemente alargada, o cateter balão é retirado.

Este procedimento permite ao coração bombear mais eficientemente, reduzindo a pressão no coração e nos pulmões. Há diversas complicações possíveis associadas a este procedimento. Seu médico é a melhor fonte de informações para a sua doença. É importante conversar com o seu médico sobre qual tratamento, se houver, é o mais apropriado para você.

Nesses tópicos
Estenose mitral