Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Causas de convulsões

Causas de convulsões

Causa

Exemplos

Febre alta

Infecções

Encefalite viral

Transtornos metabólicos

Níveis elevados de glicose (hiperglicemia) ou sódio no sangue

Níveis baixos de açúcar (hipoglicemia, cálcio, magnésio ou sódio no sangue

Outras doenças

Insuficiência renal ou insuficiência hepática que podem resultar em disfunção do cérebro (encefalopatia)

Deficiência de vitamina B6 (em recém-nascidos)

Fornecimento inadequado de oxigênio para o cérebro

Quase asfixia

Danos estruturais para o cérebro

Tumor cerebral (não canceroso ou canceroso)

Hemorragia intracraniana (sangramento no interior do crânio)

Acidente vascular cerebral

Anormalidades presentes ou que ocorrem no nascimento

Doenças metabólicas hereditárias, tais como a doença de Tay-Sachs ou fenilcetonúria

Acúmulo de líquido no cérebro (edema cerebral)

Medicamentos com prescrição médica*

Buspirona (usada para tratar transtornos de ansiedade)

Cânfora

*Clorpromazina (usada para tratar a esquizofrenia)

Ciprofloxacino (um antibiótico)

Cloroquina (usada para tratar a malária)

Clozapina (geralmente usada para tratar a esquizofrenia)

Ciclosporina (utilizada para prevenir e tratar a rejeição de transplantes de órgãos)

Imipeném (um antibiótico)

*Indometacina (usada para aliviar a dor e reduzir a inflamação)

* Meperidina (usada para aliviar a dor)

*Fenitoína

Teofilina (utilizada para tratar a asma e outras doenças das vias aéreas)

Antidepressivos tricíclicos

Drogas recreativas

Cocaína (superdosagem)

Retirada de uma droga após uso pesado

Anestésicos gerais (usados durante a cirurgia)

Sedativos, incluindo soníferos

Exposição a toxinas

Estricnina

*Diversos medicamentos podem provocar convulsões se forem administrados em excesso. Em algumas pessoas, certos medicamentos podem aumentar a probabilidade de ocorrerem convulsões por tornarem as células nervosas no cérebro mais fáceis de estimular. Considera-se que esses medicamentos reduzam o limiar convulsivo.

Fenitoína, usada para tratar transtornos convulsivos, pode provocar convulsões se for administrada em excesso.