honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

How Nonsteroidal Anti-Inflammatory Drugs Work

How Nonsteroidal Anti-Inflammatory Drugs Work

Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) funcionam de duas formas:

  • Reduzem a sensação de dor.

  • Em doses mais altas, reduzem a inflamação que muitas vezes acompanha e piora a dor.

Os AINEs provocam esses efeitos porque diminuem a produção de algumas substâncias semelhantes aos hormônios, denominadas prostaglandinas. Diferentes prostaglandinas apresentam diferentes funções, tais como fazer com que os neurônios tenham uma maior probabilidade de responder aos sinais de dor e fazer com que os vasos sanguíneos se alarguem (dilatem).

A maioria dos AINEs diminui a produção de prostaglandinas bloqueando as enzimas cicloxigenases (COX-1 e COX-2), fundamentais para a síntese de prostaglandinas. Um tipo de AINE, os coxibes (inibidores de COX-2) tendem a bloquear principalmente enzimas COX-2.

Somente enzimas COX-2 estão envolvidas na produção de prostaglandinas, promovendo inflamação e a dor consequente. As prostaglandinas são liberadas em resposta a um trauma — queimadura, fratura, entorse, estiramento ou invasão por um micro-organismo. O resultado é a inflamação, uma resposta protetora. O aporte de sangue à zona lesionada aumenta, introduzindo líquidos e glóbulos brancos para cercar o tecido lesionado e eliminar qualquer micro-organismo invasor.

As prostaglandinas, produzidas pela ação das enzimas COX-1, ajudam a proteger o aparelho digestivo do efeito do ácido gástrico e desempenham um papel fundamental na coagulação do sangue. Uma vez que a maioria dos AINEs bloqueia enzimas COX-1 e, assim, reduz a produção dessas prostaglandinas, eles podem irritar o revestimento do estômago. Tal irritação pode causar problemas digestivos, úlceras pépticas e hemorragias no trato digestivo.

Como os coxibes bloqueiam principalmente enzimas COX-2, eles têm menor probabilidade de causar problemas devido à irritação gástrica. Contudo, os coxibes bloqueiam algumas enzimas COX-1, e por isso até os coxibes podem elevar ligeiramente o risco desses problemas.