Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Medicamentos comumente usados para tratar endometriose

Medicamentos comumente usados para tratar endometriose

Medicamento

Alguns efeitos colaterais

Comentários

Contraceptivos orais combinados de estrogênio e progestina

Etinilestradiol administrado com uma progestina

Inchaço abdominal, sensibilidade mamária, aumento do apetite, inchaço dos tornozelos, náuseas, sangramento entre as menstruações (sangramento episódico), oscilações do humor e trombose venosa profunda

Em casos raros, um aumento do risco de ter ataque cardíaco, acidente vascular cerebral e doença vascular periférica

Os contraceptivos orais Contraceptivos orais Os hormônios contraceptivos podem ser Tomados por via oral (contraceptivos orais) Colocados na vagina (anéis vaginais ou contraceptivos de barreira) Aplicados na pele (adesivo) Implantados sob a pele leia mais Contraceptivos orais podem ser úteis para mulheres que desejam ter filhos mais tarde. Eles podem ser tomados três semanas por mês (ciclicamente) ou todos os dias (de forma contínua), geralmente durante três a quatro meses. Depois desse período, a mulher para de tomar o contraceptivo por quatro dias e volta a tomá-lo logo em seguida.

Progestinas

Sangramento menstrual irregular e a interrupção da menstruação (depois de um tempo de uso do DIU)

Esses DIUs liberam levonorgestrel por cinco anos. Eles precisam ser colocados e retirados por um médico. Eles são apropriados para mulheres que não querem engravidar ou que desejam adiar a gravidez.

Acetato de medroxiprogesterona

Sangramento entre as menstruações, oscilações do humor, depressão, ganho de peso e vaginite atrófica (ressecamento e adelgaçamento do revestimento vaginal)

As progestinas são medicamentos que se assemelham ao hormônio progesterona. Elas podem ser administradas por via oral ou por injeção muscular.

Acetato de noretisterona

Sangramento menstrual irregular, oscilações do humor, depressão e constipação

Esse medicamento é administrado por via oral na hora de dormir. Ele costuma ser utilizado em pílulas anticoncepcionais.

Andrógeno

Danazol

Ganho de peso, acne, engrossamento da voz, aumento de pelos no corpo, ondas de calor, vaginite atrófica, inchaço dos tornozelos, cãibras musculares, sangramento entre as menstruações, redução do tamanho da mama, oscilações do humor, mau funcionamento do fígado, síndrome do túnel do carpo, e os efeitos adversos sobre a concentração de colesterol no sangue

O danazol, um hormônio sintético relacionado com a testosterona, inibe a ação do estrogênio e da progesterona. Este medicamento é administrado por via oral. A utilidade do danazol pode ser limitada pelos seus efeitos colaterais.

agonistas de GnRH*

Gosserrelina

Ondas de calor, redução da densidade óssea, oscilações do humor, dor de cabeça, enrijecimento das articulações, dores musculares e diminuição da libido

A gosserrelina é injetada sob a pele a cada 28 dias. Seis doses são administradas.

Leuprolida

Nafarrelina

Ondas de calor, oscilações do humor, vaginite atrófica, redução da densidade óssea, dores musculares e nos ossos, enrijecimento das articulações e diminuição da libido

A leuprolida pode ser injetada sob a pele uma vez por dia ou no músculo uma vez por mês ou uma vez a cada três meses. A nafarrelina é utilizada na forma de spray nasal.

Triptorelina

Ondas de calor, dor de cabeça, náuseas, vaginite atrófica, dores musculares, enrijecimento das articulações, oscilações do humor, diminuição da libido e dor ou irritação no local da injeção

A triptorelina é administrada por meio de injeção intramuscular a cada 28 dias, com seis doses no total.

antagonista do GnRH

Elagolix

Ondas de calor, vaginite atrófica, redução da densidade óssea, oscilações do humor, dor de cabeça, enrijecimento das articulações, dores musculares e diminuição da libido

Caso o elagolix seja tomado por mais de seis meses, é possível que o médico administre à mulher pequenas doses de uma progestina para minimizar a redução da densidade óssea.

* Agonistas de GnRH costumam ser administrados juntamente com um bifosfonato (utilizado para tratar a osteoporose Medicamentos A osteoporose é um quadro clínico em que uma redução da densidade dos ossos enfraquece os ossos, tornando-os suscetíveis a quebra (fraturas). O envelhecimento, a deficiência de estrogênio, o... leia mais Medicamentos ) ou uma progestina (às vezes combinada com estrogênio) para reduzir os efeitos da redução dos níveis de estrogênio, como, por exemplo, a redução da densidade óssea. Este tipo de uso do estrogênio combinado com uma progestina ou da progestina sozinha é denominado terapia “add-back”.

GnRH = hormônio liberador de gonadotrofina.