Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Medicamentos usados para tratar a depressão

Medicamentos usados para tratar a depressão

Medicamento

Alguns efeitos colaterais

Comentários

Inibidores seletivos de recaptação da serotonina (ISRSs)

Citalopram

Escitalopram

Fluoxetina

Fluvoxamina

Paroxetina

Sertralina

Vilazodona

Disfunção sexual (principalmente orgasmo retardado, mas também perda de desejo e disfunção erétil em algumas pessoas), náusea, diarreia, dor de cabeça, perda de peso (no curto prazo), ganho de peso (no longo prazo), síndrome da abstinência*, esquecimento, embotamento das emoções e facilidade para formação de hematomas

Os ISRSs são a classe de antidepressivos mais frequentemente utilizada. Eles também são eficazes para transtorno de ansiedade generalizada Transtorno de ansiedade generalizada O transtorno de ansiedade generalizada ocorre quando a pessoa sente nervosismo e preocupação excessivos em relação a diversas atividades ou acontecimentos. O número de dias em que a pessoa tem... leia mais , transtorno obsessivo-compulsivo Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) O transtorno obsessivo-compulsivo é caracterizado por obsessões, compulsões ou ambas. As obsessões são ideias, imagens ou impulsos recorrentes, persistentes, indesejados, que provocam ansiedade... leia mais , síndrome do pânico Ataques de pânico e síndrome do pânico Um ataque de pânico é um período breve em que a pessoa sente angústia, ansiedade ou medo extremos, que têm início súbito e são acompanhados por sintomas físicos e/ou emocionais. A síndrome do... leia mais , transtorno fóbico Transtornos fóbicos específicos Os transtornos fóbicos específicos envolvem uma ansiedade persistente, irreal e intensa, bem como medo de certas situações, circunstâncias ou objetos específicos. A ansiedade causada por um... leia mais , transtorno de estresse pós-traumático Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) O transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) consiste em reações disfuncionais intensas e desagradáveis que têm início após um evento extremamente traumático. Eventos de risco à vida ou ferimentos... leia mais , transtorno disfórico pré-menstrual Transtorno disfórico pré-menstrual O transtorno de depressão é um sentimento de tristeza suficientemente intenso para afetar o desempenho de funções e/ou reduzir o interesse ou o prazer em atividades. É possível que ele surja... leia mais e bulimia Bulimia nervosa A bulimia nervosa é um transtorno alimentar caracterizado pelo consumo rápido e repetido de grandes quantidades de alimentos (episódios de compulsão alimentar) seguido por tentativas de compensar... leia mais .

A toxicidade devida à superdosagem é menos séria do que com outros antidepressivos.

Inibidores de recaptação de noradrenalina-dopamina

Bupropiona

Dor de cabeça, agitação, síndrome de abstinência*, hipertensão arterial em algumas pessoas e, raramente, convulsões

Moduladores de serotonina (bloqueadores 5-HT2)

Mirtazapina

Apatia e ganho de peso

A mirtazapina não causa náusea nem disfunção sexual.

Trazodona

Inibidores de recaptação de serotonina-noradrenalina

Desvenlafaxina

Duloxetina

Levomilnaciprana

Venlafaxina

Náusea, boca seca, síndrome de abstinência* e, se forem tomadas altas doses, um aumento da pressão arterial

A maioria dos efeitos colaterais pode ser evitada ou minimizada, quando se usam doses baixas e quando as mudanças de dosagem são feitas lentamente.

Antidepressivos heterocíclicos (incluindo os tricíclicos)

  • Amitriptilina

  • Amoxapina

  • Clomipramina

  • Desipramina

  • Doxepina

  • Imipramina

  • Maprotilina

  • Nortriptilina

  • Protriptilina

  • Trimipramina

Sonolência, ganho de peso, aumento da frequência cardíaca, queda da pressão arterial quando a pessoa se levanta (hipotensão ortostática Tontura ou sensação de desmaio iminente ao se levantar Em algumas pessoas, particularmente em idosos, a pressão arterial cai excessivamente quando elas se sentam ou se levantam (uma doença denominada hipotensão ortostática ou postural). Sintomas... leia mais ), boca seca, confusão, visão embaçada, constipação, dificuldade em começar a urinar, orgasmo retardado e síndrome da abstinência*

Com clomipramina e maprotilina, convulsões

Esses medicamentos normalmente não são receitados para idosos porque os efeitos colaterais normalmente são mais pronunciados neles.

A superdosagem pode causar toxicidade séria e potencialmente fatal.

Inibidores da monoaminoxidase (IMAOs)

  • Isocarboxazida

  • Fenelzina

  • Selegilina

  • Tranilcipromina

Insônia, náusea, ganho de peso, disfunção sexual (perda de desejo, orgasmo retardado e disfunção erétil Disfunção erétil (DE) A disfunção erétil (DE) é a incapacidade de alcançar ou manter uma ereção satisfatória para poder ter relações sexuais (consulte também Considerações gerais sobre a disfunção sexual em homens)... leia mais ), sensação de formigamento, tontura, queda da pressão arterial (particularmente quando a pessoa se levanta) e síndrome da abstinência*

As pessoas que tomam esses medicamentos precisam seguir restrições alimentares e evitar o uso de certos medicamentos para evitar que uma reação séria que envolve um aumento súbito e grave da pressão arterial com dor de cabeça grave e latejante (crise hipertensiva).

A selegilina está disponível em adesivos. As pessoas que usam o adesivo não precisam seguir as restrições alimentares, a menos que ele contenha uma dose elevada.

Psicoestimulantes

  • Dextroanfetamina

  • Metilfenidato

Comportamento nervoso, tremor, insônia e boca seca

Esses medicamentos são normalmente usados com antidepressivos. Usados sozinhos, eles são normalmente ineficazes como antidepressivos.

Antidepressivo melatonérgico

Agomelatina

Dor de cabeça, náusea e diarreia

A agomelatina causa menos efeitos colaterais do que a maioria dos antidepressivos. Ela não causa sonolência durante o dia, insônia, aumento de peso ou disfunção sexual.

A agomelatina pode causar o aumento nos níveis de enzimas hepáticas. Estes níveis devem ser medidos antes da terapia ser iniciada e a cada seis semanas depois disso.

Medicamento similar à cetamina

Escetamina

Tontura, aumento da pressão arterial, sensação de desconexão

A escetamina está relacionada ao anestésico cetamina.

A escetamina é utilizada em conjunto com outros antidepressivos orais para depressão resistente a tratamento.

A escetamina está disponível na apresentação de spray nasal

* A síndrome de abstinência consiste em tonturas, ansiedade, irritabilidade, fadiga, náusea, calafrios e dores musculares que ocorrem quando um medicamento deixa de ser tomado repentinamente.