Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Algumas causas e características da diarreia

Algumas causas e características da diarreia

Causa

Características comuns*

Exames

Diarreia aguda (dura menos de duas semanas)

Uso de antibióticos

Uso recente de antibióticos

Frequentemente, nenhum outro sintoma

Exame médico

Às vezes, testes para a toxina de Clostridium difficile nas fezes

Com frequência com vômitos

A desidratação é comum, especialmente entre bebês e crianças pequenas

Ocasionalmente febre e dores abdominais

Em raras ocasiões, sangue nas fezes

Às vezes, contato recente com pessoas infectadas (tais como aquelas da creche, em um acampamento ou cruzeiro) com animais em um zoológico (onde Escherichia [E.] coli pode ser adquirida) ou com répteis (que podem estar infectados com a bactéria Salmonella) ou consumo recente de alimentos não cozidos de maneira adequada ou contaminados e água contaminada.

Exame médico

Às vezes, exame e análise das fezes

Urticária, inchaço dos lábios e dificuldade para respirar minutos ou algumas horas após se alimentar

Às vezes, vômitos

Com frequência uma alergia alimentar já identificada

Exame médico

Dores abdominais, vômitos e em geral fezes com sangue por alguns dias, seguidos de desenvolvimento de palidez da pele e redução da micção

Às vezes, sangramento na pele (visto como pequenos pontos de cor púrpura)

Exames de sangue

Às vezes, avaliação e exames de fezes

Diarreia crônica (duração de duas semanas ou mais)

Vômitos

Alimentação ruim

Perda de peso, baixo crescimento ou ambos

Sangue nas fezes

Exames de fezes

Sintomas que diminuem quando a fórmula láctea é trocada

Possível endoscopia, colonoscopia ou ambas

Consumo excessivo de sucos de fruta (especialmente maçãs, peras e ameixas)

Beber mais do que 120 – 240 mililitros de suco de fruta por dia

Com frequência, nenhum outro sintoma exceto diarreia

Exame médico

Resolução da diarreia após redução do consumo de sucos de fruta

Sangue nas fezes, cólicas abdominais, perda de peso, perda do apetite e baixo crescimento

Ocasionalmente artrite, erupções cutâneas, aftas na boca e rupturas no reto

Colonoscopia

Às vezes TC ou radiografia após bário ser inserido no reto (enema de bário)

Inchaço abdominal, gases (flatulência) e diarreia explosiva

Diarreia após o consumo de leite e produtos lácteos

Exame médico

Às vezes teste do hálito para detecção de hidrogênio (indicativo de carboidratos não digeridos)

Exame e análise das fezes para verificação de carboidratos não absorvidos

Distúrbios de má absorção, tal como

Fezes de cor clara, macias, volumosas e de odor incomumente ruim que podem parecer oleosas

Inchaço abdominal e flatulência

Pouco ganho de peso

Com fibrose cística, infecções respiratórias frequentes

Com acrodermatite enteropática, erupções cutâneas e rachaduras nos cantos da boca

Às vezes, avaliação e exames de fezes

Em caso de suspeita de doença celíaca, exames de sangue para medir os anticorpos contra o glúten (uma proteína do trigo) e biópsia do intestino delgado

Em caso de suspeita de fibrose cística, teste de suor e possivelmente exames genéticos

Em caso de suspeita de acrodermatite enteropática, exame de sangue em busca de deficiência de zinco

Sistema imune enfraquecido devido a

Infecções frequentes

Perda de peso ou pouco ganho de peso

Às vezes, uma infecção por HIV já identificada

Exames de sangue para HIV

Hemograma completo e outros exames de sangue para avaliar o sistema imunológico

* As características incluem sintomas e resultados do exame médico. As características mencionadas são típicas, mas nem sempre estão presentes.

† Infecções por bactérias, parasitas ou vírus também podem causar diarreia crônica.

TC = tomografia computadorizada; HIV = vírus da imunodeficiência humana.