Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Manutenção dos batimentos: Marca-passos artificiais
CVS_artificial_pacemakers_pt
Manutenção dos batimentos: Marca-passos artificiais

    Marca-passos artificiais são aparelhos elétricos que agem em substituição ao marca-passo natural do coração (nódulo sinusal ou sinoatrial). Esses dispositivos geram os impulsos elétricos que iniciam cada batimento cardíaco. Os marca-passos consistem em uma bateria, um gerador de impulsos e eletrodos que conectam o marca-passo ao coração.

    O marca-passo artificial é implantado cirurgicamente. Após uma anestesia local na região de implantação, os eletrodos que conectam o marca‑passo são geralmente inseridos por uma veia próxima à clavícula e conectados ao coração. Por meio de uma pequena incisão, o impulso gerador, aproximadamente do tamanho de uma moeda de dólar, é inserido imediatamente sob a pele da pele, próxima à clavícula, e conectada aos fios. A incisão então é suturada. Normalmente, esse procedimento dura de 30 a 60 minutos. A pessoa pode receber alta logo após a cirurgia ou permanecer por pouco tempo no hospital. A bateria de um marca-passo geralmente dura de 10 a 15 anos. Mesmo assim, deve haver monitoramento regular das condições da bateria. A substituição da bateria é um procedimento rápido.

    Há três tipos diferentes de marca-passo. Alguns assumem o controle da frequência cardíaca, substituindo os impulsos elétricos gerados pelo coração. Outros, chamados marca‑passos de demanda, permitem que o coração mantenha seus batimentos naturais e somente são acionados se for detectada falta de um batimento ou um ritmo anormal. Existem ainda outros, chamados marca-passos programáveis, que podem fazer ambos. Alguns marca-passos podem ajustar sua frequência de acordo com a atividade do usuário, aumentando a frequência cardíaca durante o exercício e a diminuindo durante o repouso.