Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Placebos

Por

Shalini S. Lynch

, PharmD, University of California San Francisco School of Pharmacy

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Os placebos são substâncias fabricadas com o objetivo de se assemelharem aos medicamentos, mas não contêm princípio ativo.

Um placebo é elaborado para ter a aparência exata de um medicamento real, porém é composto por substâncias químicas inativas, como amido e açúcar. Atualmente, os placebos são utilizados apenas em estudos de pesquisa (consulte A ciência da medicina A ciência da medicina Os médicos tratam pessoas há milhares de anos. A primeira descrição escrita de um tratamento médico é do Egito antigo e tem mais de 3.500 anos. Mesmo antes disso, os curandeiros e xamãs provavelmente... leia mais ).

Apesar de o placebo não conter ingredientes ativos, algumas pessoas que o utilizam sentem-se melhor. Outras desenvolvem “efeitos colaterais”. Esse fenômeno, chamado efeito placebo, parece ocorrer por dois motivos. O primeiro deles seria uma mudança ocasional. Muitos sintomas e problemas de saúde vêm e vão, mesmo sem tratamento, de modo que uma pessoa utilizando placebo pode, simplesmente por coincidência, sentir-se melhor ou pior. Quando ocorre essa mudança, o placebo pode, indevidamente, levar o crédito ou culpa pelo resultado. A segunda razão é a antecipação (também conhecida como sugestão). Prever que um medicamento funcionará muitas vezes faz com que as pessoas realmente sintam-se melhor.

O efeito placebo ocorre mais sobre os sintomas do que sobre a doença existente. Por exemplo, um placebo nunca fará com que um osso quebrado se cure mais rapidamente, mas pode fazer a dor parecer menos intensa. Algumas pessoas parecem ser mais suscetíveis ao efeito placebo do que outras. Pessoas que têm uma opinião positiva com respeito a medicamentos, médicos, enfermeiros e hospitais são mais propensas a responder de forma favorável a placebos do que as que têm uma opinião negativa.

No processo de desenvolvimento de um novo medicamento, os investigadores realizam estudos para comparar o efeito do medicamento com o do placebo, pois qualquer medicamento pode ter um efeito placebo não relacionado com sua ação. O verdadeiro efeito do medicamento deve ser distinguido do efeito placebo. Geralmente, metade dos participantes do estudo recebem o medicamento e os demais recebem um placebo de aspecto idêntico. Idealmente, nem os participantes nem os investigadores devem saber quem recebeu o medicamento e quem recebeu o placebo (esse tipo de estudo chama-se estudo duplo-cego).

Uma vez concluído o estudo, todas as alterações observadas nos participantes que receberam o medicamento ativo são comparadas às apresentadas pelos participantes que receberam o placebo. Para que se justifique seu uso, o medicamento deve ter um desempenho substancialmente melhor do que o do placebo. Em alguns estudos, até 50% dos participantes que tomaram o placebo apresentaram melhora (um exemplo de efeito placebo), dificultando a demonstração da eficácia do medicamento em teste.

Placebo: “agradarei”

Em latim, o termo placebo significa “agradarei”. Em 1785, a palavra placebo apareceu pela primeira vez em um dicionário médico definida como “um método ou medicamento comum”. Após duas edições, o placebo passou a ser definido como “medicamento fictício”, supostamente inerte e inofensivo. Agora, os efeitos profundos dos placebos, bons e ruins, são bem conhecidos.

Mais informações sobre Placebos

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Teste os seus conhecimentos
Placebos
Estudos de pesquisa podem utilizar substâncias projetadas para se assemelhar a medicamentos, mas que não contêm nenhum componente ativo do medicamento. Eles podem se parecer exatamente com um medicamento em particular, mas são compostos por amido, açúcar ou outras substâncias não medicamentosas inofensivas. Algumas pessoas se sentem melhor depois de os tomarem. Qual é o termo para esse fenômeno?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS