Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Mordidas de animais

Por

Robert A. Barish

, MD, MBA, University of Illinois at Chicago;


Thomas Arnold

, MD, Department of Emergency Medicine, LSU Health Sciences Center Shreveport

Última revisão/alteração completa set 2018| Última modificação do conteúdo set 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A maioria das mordidas de animais nos Estados Unidos é de cães e gatos. As feridas devem ser limpas e tratadas o mais rápido possível.

(Consulte também Introdução a mordidas e picadas).

Embora qualquer animal possa morder, os cães e, em menor escala, os gatos, são responsáveis pela maior parte das mordidas nos Estados Unidos. Devido à popularidade que têm como animais de companhia, os cães são os responsáveis pela maior parte das dentadas, para protegerem os donos ou para protegerem seu território. Cerca de 10 a 20 pessoas, sobretudo crianças, morrem todos os anos devido a dentadas de cães. Os gatos não defendem seu território e mordem, principalmente, quando os humanos os repreendem ou quando tentam intervir numa luta entre gatos. É raro que os animais domésticos como cavalos, vacas e porcos mordam, mas seu tamanho e força são tão grandes que podem originar ferimentos sérios. As dentadas de animais selvagens são igualmente raras.

Tipicamente, as dentadas de cães têm um aspecto rasgado. As dentadas de gato são ferimentos perfurantes profundos e ficam frequentemente infectadas, provocando dor, inchaço e rubor. As dentadas infectadas são dolorosas, vermelhas e inchadas.

A raiva pode ser transmitida por animais (mais comumente morcegos, guaxinins, raposas e doninhas) infectados pelo organismo causador. A raiva é rara nos animais de estimação nos Estados Unidos devido à vacinação, mas nos países em desenvolvimento onde os animais não são vacinados tão frequentemente, as mordidas de animais de estimação podem transmitir raiva. As mordidas de esquilos, hamsters e animais roedores raramente transmitem raiva.

Você sabia que...

  • A raiva não costuma ser uma preocupação no que diz respeito às mordidas de esquilos, hamsters e animais roedores.

Como prevenir mordidas de cães

Qualquer cão pode morder. As crianças estão mais sujeitas a serem mordidas por cães e elas também estão mais sujeitas a sofrer lesões sérias se forem mordidas. As pessoas estão mais sujeitas a serem mordidas pelo seu próprio cão ou por um cão que conheçam. Algumas precauções podem ajudar a minimizar o risco de uma mordida:

  • Não deixe um bebê ou uma criança pequena sozinha com um cão.

  • Não perturbe um cão quando ele estiver comendo ou descansando.

  • Não se aproxime de um cão estranho sem a permissão do dono.

  • Não tente chegar perto de um cão nem passar a mão por uma cerca para acariciá-lo.

  • Não passe correndo por um cão.

  • Não tente separar cães que estejam brigando.

  • Se um cão se aproximar, permaneça calmo e fique parado ou recue lentamente.

Tratamento

  • Limpeza da ferida

  • Às vezes antibióticos

Após receberem tratamento de primeiros socorros rotineiro, as pessoas que foram mordidas por um animal devem consultar um médico imediatamente. O dono do animal agressor deve prendê-lo, na medida do possível. Se o animal estiver solto, a pessoa que foi mordida não deve tentar capturá-lo. A polícia deve ser notificada para que as devidas autoridades possam observar o animal, para verificar a presença de sinais de raiva.

Os médicos limpam a mordida do animal imergindo a ferida em água salgada estéril (salina) e limpando-a com sabão e água. Em certos casos, o tecido da extremidade da lesão provocada pela mordida é recortado, sobretudo se estiver pisado ou rasgado.

As lesões por dentada na face são cirurgicamente fechadas (suturadas). No entanto, as lesões nas mãos, sejam pequenas, perfurantes ou causadas por mordida não são suturadas.

Às vezes são administrados antibióticos para prevenir infecções. Nos casos de dentadas infectadas, pode ser necessário, por vezes, proceder-se à administração de antibióticos por via intravenosa, drenagem cirúrgica ou ambas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Como adaptar e usar muletas
Vídeo
Como adaptar e usar muletas
Modelos 3D
Visualizar tudo
Ossos do pé
Modelo 3D
Ossos do pé

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS