Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Entorses do ombro

(separação do ombro; separação acromioclavicular [AC])

Por

Danielle Campagne

, MD, University of San Francisco - Fresno

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

As entorses do ombro são rupturas dos ligamentos que mantêm a articulação do ombro no lugar.

  • Os ligamentos podem sofrer uma ruptura parcial ou total.

  • As entorses dos ombros são comuns, sobretudo entre atletas, como jogadores de futebol e rúgbi e lutadores.

  • A articulação fica dolorida e sensível.

  • Os médicos tiram radiografias para determinar a gravidade da entorse.

  • Geralmente, as articulações são imobilizadas com uma tipoia se a entorse não for grave, mas entorses graves podem exigir cirurgia.

A articulação do ombro é mantida unida por ligamentos que conectam a clavícula a duas protuberâncias ósseas na omoplata, uma na frente (chamada acrômio) e uma nas costas (chamada processo coracoide). As entorses afetam mais comumente o ligamento da frente (chamado entorses acromioclaviculares). Porém, mais de um ligamento pode ser rompido.

Articulação do ombro

Articulação do ombro

Os ligamentos podem sofrer uma ruptura parcial ou total. Se os ligamentos que conectam a clavícula ao processo coracoide sofrerem ruptura completa ou quase completa, a clavícula se separa da omoplata, chamado separação do ombro.

As entorses do ombro são comuns, sobretudo entre atletas que participam de esportes de contato ou de alta velocidade como esqui alpino, jet-ski, futebol, rúgbi e luta. Essas entorses resultam de uma queda, geralmente sobre um ombro ou, menos comumente, sobre um braço estendido.

A coifa dos rotadores consiste nos músculos que ajudam a prender a parte superior do braço na articulação do ombro. Esses músculos podem ficar comprimidos, inflamados (tendinite) e/ou parcial ou totalmente rompidos. Lesão da coifa dos rotadores não é especificamente considerado uma entorse do ombro.

Sintomas

A articulação do ombro fica dolorida e sensível.

Diagnóstico

  • Radiografias

São tiradas radiografias da clavícula em ambos os lados do corpo. As radiografias ajudam os médicos a determinar a gravidade da entorse mostrando a extensão da separação entre os ossos e a articulação.

Com base nesses achados, os médicos classificam as articulações em tipos:

  • Tipo I: a entorse é menos grave e os ossos da articulação (clavícula e omoplata) permanecem no lugar. Este tipo é o menos grave.

  • Tipo II: os ossos na articulação ficam parcialmente fora de posição (chamado subluxação).

  • Tipos III a VI: os ossos da articulação ficam totalmente separados. Esses tipos são separações do ombro.

Tratamento

  • Para entorses menos graves, uma tipoia e exercícios de amplitude de movimento logo no início

  • Para entorses graves, cirurgia

O tratamento da entorse do ombro depende da gravidade e do tipo de entorse.

Para entorses menos graves, como os tipos I e II, costuma-se imobilizar a articulação, geralmente com uma tipoia, e iniciar cedo exercícios para manter diversos movimentos articulares.

Para algumas entorses graves, como separações de ombro, é necessário cirurgia.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Ligamento cruzado anterior
Vídeo
Ligamento cruzado anterior
O ligamento cruzado anterior, ou LCA, está localizado no centro do joelho, junto do ligamento...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Abrasão corneana
Modelo 3D
Abrasão corneana

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS