Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Agentes asfixiantes sistêmicos de guerra química

(Asfixiantes sistêmicos)

Por

James M. Madsen

, MD, MPH, U.S. Army Medical Research Institute of Chemical Defense (USAMRICD)

Última revisão/alteração completa mai 2019| Última modificação do conteúdo mai 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Existem muitos tipos de agentes de guerra química que afetam diferentes partes do corpo. Os asfixiantes sistêmicos envenenam células por todo o corpo e incluem

  • Compostos de cianeto

  • Sulfeto de hidrogênio

Os asfixiantes sistêmicos também são chamados de agentes sanguíneos, pois são distribuídos através do sangue. Contudo, eles danificam as células ao longo do corpo, não somente células sanguíneas.

Compostos de cianeto incluem cianeto de hidrogênio e cloreto de cianogênio, que são líquidos ou gases altamente voláteis à temperatura ambiente. A combustão de muitos produtos químicos domésticos e industriais pode produzir cianetos, e as pessoas que sofrem inalação de fumaça de qualquer tipo de fogo, doméstico ou industrial, também podem sofrer envenenamento por cianeto. Embora o cianeto tenha um odor característico de amêndoas amargas; cerca de metade das pessoas não possuem a capacidade de o detectar.

Você sabia que...

  • A combustão de muitos produtos químicos domésticos e industriais pode produzir cianeto.

O sulfeto de hidrogênio é sempre um gás à temperatura ambiente, pelo que a exposição a ele ocorre normalmente por inalação. O sulfeto de hidrogênio pode ser produzido misturando produtos químicos doméstico que contêm enxofre com ácidos. O gás residual pode afetar os socorristas, causando muitas baixas adicionais. O sulfeto de hidrogênio também é produzido quando o estrume se decompõe. Os fossos agrícolas de estrume de grandes dimensões contêm muitas vezes quantidades letais de gás. O sulfeto de hidrogênio tem um odor a ovo podre característico, mas altas concentrações danificam a capacidade de uma pessoa em detectar o odor.

Sintomas

Inicialmente, o cianeto causa dificuldade respiratória, uma frequência cardíaca rápida e hipertensão arterial. As pessoas podem sofrer convulsões e perder a consciência em menos de 30 segundos. Elas podem exibir sinais semelhantes aos do tétano, incluindo trismo, expressões faciais e arqueamento do pescoço. Sua pele pode parecer enrubescida, mas cerca de metade das pessoas tem um tom azul.

As pessoas expostas a altas doses de sulfeto de hidrogênio podem sofrer convulsões e perda de consciência. Eles podem sofrer danos cardíacos. A exposição continuada a baixas doses de sulfeto de hidrogênio pode irritar os olhos e membranas em torno do nariz e garganta e causa dor de cabeça, fraqueza, descoordenação, enjoo, vômito, pressão no peito e hiperventilação.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

As pessoas gravemente afetadas devem ser tratadas imediatamente, pelo que os médicos baseiam o diagnóstico nos sintomas e histórico da pessoa. Após exposição a sulfeto de hidrogênio, quaisquer moedas que a pessoa esteja transportando podem apresentar uma descoloração verde ou escurecimento, que pode aumentar a suspeita do médico de exposição a sulfeto de hidrogênio. Os exames de sangue comumente pedidos podem sugerir exposição a cianeto de hidrogênio ou sulfeto de hidrogênio, mas somente exames especializados o podem confirmar.

Tratamento

  • Fazer com que a pessoa possa respirar

  • Descontaminar a pele

  • Antídotos, se disponíveis

  • Oxigênio a 100%

Os médicos dão atenção imediata às vias respiratórias, respiração e circulação de uma pessoa. A pele pode ser descontaminada usando água com ou sem sabão.

Existem antídotos para cianeto, que incluem nitrito de amila, nitrito de sódio, tiossulfato de sódio e hidroxocobalamina. Se os antídotos não estiverem disponíveis, os médicos administram à pessoa oxigênio puro. A reanimação boca a boca desprotegida pode expor o socorrista ao cianeto presente na respiração da pessoa.

As pessoas expostas a sulfeto de hidrogênio normalmente recebem oxigênio puro. Glicose e bicarbonato administrados pela veia (IV) podem ser benéficos.

As opiniões expressas neste artigo são as do autor e não refletem a política oficial do Departamento do Exército, do Departamento da Defesa ou do governo dos EUA.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Terapia de células-tronco alogênicas
Vídeo
Terapia de células-tronco alogênicas
Células-tronco são células ímpares localizadas na medula óssea ou no sangue periférico capazes...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Abrasão corneana
Modelo 3D
Abrasão corneana

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS