Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Febre de mordida de rato

Por

Larry M. Bush

, MD, FACP, Charles E. Schmidt College of Medicine, Florida Atlantic University

Última revisão/alteração completa nov 2020| Última modificação do conteúdo nov 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A febre por mordida de rato é uma infecção causada pelas bactérias Streptobacillus moniliformis ou Spirillum minus.

  • As pessoas costumam contrair a infecção ao serem mordidas por um rato infectado.

  • A febre estreptobacilar por mordida de rato causa dor articular.

  • A febre espiralar por mordida de rato causa inchaço dos linfonodos.

  • Ambos os tipos causam uma febre que vai e vem, além de uma erupção cutânea.

  • Os médicos diagnosticam a febre por mordida de rato com base nos sintomas e podem enviar uma amostra de sangue ou de tecido infectado a um laboratório para cultura (febre estreptobacilar por mordida de rato) ou podem examinar a amostra ao microscópio (febre espiralar por mordida de rato).

  • A febre por mordida por rato é tratada de forma eficaz com antibióticos.

Existem dois tipos de febre por mordida de rato:

  • Febre estreptobacilar por mordida de rato

  • Febre espiralar por mordida de rato

A febre estreptobacilar por mordida de rato é causada pelo Streptobacillus moniliformis, que habita a boca e garganta de ratazanas, camundongos e ratos do deserto saudáveis. Trata-se de uma bactéria em forma de bastonete chamada bacilo (consulte a figura Como as bactérias tomam forma Como as bactérias tomam forma As bactérias são organismos microscópicos unicelulares. Elas estão entre as formas de vida mais primitivas da terra. Há milhares de tipos diferentes de bactérias, e elas vivem em todos os ambientes... leia mais ). As pessoas geralmente contraem a infecção ao serem mordidas ou arranhadas por um rato ou camundongo selvagem ou doméstico. Outros roedores e doninhas também podem disseminar a infecção. Às vezes as pessoas se infectam ao tomar leite não pasteurizado contendo a bactéria. A infecção resultante de se consumir a bactéria denomina-se febre de Haverhill. A febre estreptobacilar por mordida de rato normalmente ocorre nos Estados Unidos.

A febre espiralar por mordida de rato (sodoku) é causada pelo Spirillum minus. Trata-se de uma bactéria que tem forma de espiral semelhante à das espiroquetas (veja a figura Como as bactérias tomam forma Como as bactérias tomam forma As bactérias são organismos microscópicos unicelulares. Elas estão entre as formas de vida mais primitivas da terra. Há milhares de tipos diferentes de bactérias, e elas vivem em todos os ambientes... leia mais ). As pessoas costumam contrair a infecção ao serem mordidas por um rato ou, ocasionalmente, um camundongo. Consumir a bactéria Spirillum não provoca infecção. A febre espiralar por mordida de rato ocorre principalmente na Ásia.

Sintomas de febre por mordedura de rato

Muitos sintomas dos dois tipos de febre por mordida de rato são iguais, mas há algumas diferenças.

Febre estreptobacilar por mordida de rato

Na febre estreptobacilar por mordida de rato, a mordida de rato, se presente, em geral cicatriza rapidamente. Subitamente, no espaço de um dia até aproximadamente três semanas após a mordida cicatrizar, surgem os sintomas. Eles incluem calafrios, febre, vômito, cefaleia e dores nas costas e nas articulações. Alguns dias depois, surge uma erupção cutânea nas mãos e nos pés caracterizada por caroços pequenos, planos e vermelhos. Sem tratamento, as dores articulares e a artrite infecciosa Artrite infecciosa Artrite infecciosa é a infecção no líquido e tecidos de uma articulação, geralmente causada por bactérias, mas ocasionalmente por vírus ou fungos. Bactérias, vírus ou fungos podem se espalhar... leia mais (infecção no líquido e tecidos de uma articulação) podem durar vários dias ou meses. A febre pode ir e vir por semanas a meses.

A febre de Haverhill causa sintomas assemelhados, mas o vômito é mais grave e a garganta pode inflamar.

O Streptobacillus pode infectar o coração, causando endocardite Endocardite infecciosa A endocardite infecciosa é uma infecção do revestimento interno do coração (endocárdio) que geralmente também afeta as válvulas cardíacas. A endocardite infecciosa ocorre quando uma bactéria... leia mais Endocardite infecciosa . Podem formar-se abscessos no cérebro ou em outros tecidos. Esses problemas, bem como a artrite infecciosa são raros, porém sérios.

Febre espiralar por mordida de rato

Na febre espiralar por mordida de rato, o local da picada costuma sarar rapidamente. No entanto, em poucos dias até cerca de quatro semanas depois, o local da mordida fica vermelho e inchado (inflamado) e surge uma febre intermitente. Os linfonodos ficam inchados. Às vezes surge uma erupção cutânea, mas ela é menos pronunciada do que a erupção estreptobacilar. As articulações raramente ficam doloridas.

Sem tratamento, as febres normalmente vão e vêm por até oito semanas.

Diagnóstico de febre por mordedura de rato

  • Para febre estreptobacilar por mordida de rato, cultura de amostra de sangue ou líquido das articulações

  • Para febre espiralar por mordida de rato, exame de uma amostra de sangue ou tecido infectado

Muitas vezes, os médicos conseguem diagnosticar o tipo de febre por mordida procurando diferenças básicas nos sintomas. Por exemplo, os médicos procuram verificar se as pessoas têm dor articular, que ocorre na febre estreptobacilar por mordida de rato, ou se apresentam inchaço dos linfonodos, que ocorre na febre espiralar por mordida de rato.

Para confirmar o diagnóstico de febre estreptobacilar por mordida de rato, os médicos coletam uma amostra de sangue ou de líquido das articulações e a enviam a um laboratório onde as bactérias, se presentes, poderão ser cultivadas e analisadas. Ocasionalmente, a amostra é corada usando corantes especiais e examinada ao microscópio. Exames de sangue às vezes são úteis.

Para confirmar o diagnóstico de febre espiralar por mordida de rato, os médicos coletam uma amostra de sangue ou de tecido ao redor da mordida ou de um linfonodo infectado. As bactérias espiraladas podem ser identificadas quando uma amostra é examinada ao microscópio. Essas bactérias não podem ser cultivadas.

Prognóstico de febre por mordedura de rato

Sem tratamento, cerca de 10% das pessoas com febre por mordida de rato morrem.

Tratamento de febre por mordedura de rato

  • Antibióticos

Ambos os tipos de febre por mordida de rato são tratados com antibióticos, como amoxicilina, penicilina, eritromicina ou doxiciclina.

Se o Streptobacillus moniliformis causar endocardite, são usadas altas doses de penicilina em combinação com outro antibiótico.

Mais informações sobre febre por mordedura de rato

O seguinte é um recurso em inglês que pode ser útil. Vale ressaltar que O MANUAL não é responsável pelo conteúdo deste recurso.

Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC): Febre de mordida de rato: Informações sobre a febre de mordida de rato, incluindo links para informações sobre risco, tratamento e a infecção em animais

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

OUTROS TÓPICOS NESTE CAPÍTULO

Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Verrugas genitais - infecção por HPV
Qual a porcentagem de mulheres nos Estados Unidos que foram infectadas pelo papilomavírus humano (HPV) pelo menos uma vez até os 50 anos de idade?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS