Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Insuficiência venosa crônica e síndrome pós-flebite

Por

The Manual's Editorial Staff

Avaliado clinicamente jul 2021
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
Obtenha os detalhes completos
Recursos do assunto

O que são insuficiência venosa crônica e síndrome pós-flebite?

A insuficiência venosa crônica se caracteriza por um dano nas veias da perna que não permite que o sangue flua normalmente.

Flebite é a inflamação de uma das veias. É frequentemente causada por um coágulo de sangue na veia. A síndrome pós-flebite é um problema que ocorre depois de se ter tido flebite.

  • A insuficiência venosa crônica pode causar dor, inchaço, erupção cutânea, úlceras na perna e alterações no aspecto da perna

  • Os médicos realizam um ultrassom para analisar o fluxo sanguíneo nas veias da perna e identificar se há insuficiência venosa crônica

  • Para tratar a insuficiência venosa crônica, deve-se manter a perna erguida, usar meias de compressão e tratar com cuidado quaisquer feridas na perna

O que causa insuficiência venosa crônica?

A causa principal de insuficiência venosa crônica é:

Um coágulo de sangue na veia pode causar a formação de tecido cicatricial e problemas com as válvulas da veia. As válvulas são dois folhetos de tecido que atuam como portões de sentido único. Elas deixam o sangue fluir somente em um sentido, em direção ao coração. Se as válvulas sofrerem danos, o sangue se acumulará nas pernas. Os danos nas válvulas após se ter um coágulo de sangue em uma veia podem causar um problema na perna denominado síndrome pós-flebítica.

Válvulas de sentido único nas veias

As válvulas de sentido único são compostas por dois folhetos (cúspides) cujas margens se unem. Elas ajudam as veias a transportar o sangue de volta ao coração. Quando o sangue se desloca para o coração, ele faz com que as cúspides se abram como portas giratórias de sentido único (representadas à esquerda). Se a gravidade puxar o sangue para trás momentaneamente ou se sangue começar a se acumular em uma veia, as cúspides são empurradas e se fecham imediatamente, impedindo o fluxo retrógrado (mostrado à direita).

Válvulas de sentido único nas veias

A probabilidade de uma pessoa ter insuficiência venosa crônica é maior se ela:

  • Sofrer uma lesão na perna

  • For uma pessoa idosa

  • Tiver sobrepeso

Quais são os sintomas de insuficiência venosa crônica?

Os sintomas podem incluir:

Se houver insuficiência venosa grave:

  • A parte inferior da perna pode ficar maior que o normal

  • Pode-se ter úlceras cutâneas (feridas abertas) que não cicatrizam bem

Como os médicos sabem se a pessoa tem insuficiência venosa crônica?

Geralmente os médicos sabem se uma pessoa tem insuficiência venosa crônica pelos sintomas e um exame físico.

Às vezes, os médicos fazem um ultrassom das pernas.

Como os médicos tratam insuficiência venosa crônica?

O tratamento inclui:

  • Repousar a perna e elevá-la acima da altura do coração — fazer isso por meia hora ou mais, pelo menos três vezes ao dia

  • Comprimir (apertar) a perna usando bandagens elásticas, meias especiais ou invólucros cheios de ar ligados a um aparelho que aperta as pernas em intervalos

  • Cuidar bem de quaisquer feridas na pele

O médico poderá usar bandagens contendo medicamento para ajudar a cicatrizar as feridas da pele.

Como é possível prevenir a insuficiência venosa crônica?

Fazer alterações no estilo de vida pode ajudar, tais como:

  • Perda de peso

  • Manter-se ativo todos os dias

  • Consumir menos sal (sódio)

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS