Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Ataques de pânico e síndrome do pânico

Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos

O que é um ataque de pânico?

Um ataque de pânico é quando a pessoa subitamente fica com medo e ansiosa. A pessoa pode também ter dor no peito e sensação de engasgo e sentir enjoo, tontura e falta de ar. O ataque de pânico desaparece no prazo de 10 a 15 minutos.

  • Os ataques de pânico podem ser desencadeados por algo amedrontador, como ver uma cobra, ou é possível que eles simplesmente apareçam espontaneamente

  • Durante um ataque de pânico, a pessoa pode sentir que está tendo um problema médico grave, como um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral

  • Embora os ataques de pânico sejam desconfortáveis e assustadores, eles não são perigosos

  • Os ataques de pânico ocorrem com frequência; todo ano, aproximadamente um em cada dez adultos tem um ataque de pânico

O que é a síndrome do pânico?

A síndrome do pânico é quando a pessoa tem ataques de pânico de modo contínuo e, além disso:

  • Sente muita preocupação sobre ter outros ataques

  • Fica preocupada que vai enlouquecer ou perder o controle sobre si mesma

  • Evita ir a lugares ou fazer as atividades habituais, porque acredita que pode ter um ataque

O que causa os ataques de pânico?

Os ataques de pânico podem ser desencadeados por algo que causa medo à pessoa. Por exemplo, se a pessoa tem medo de cobras, ela pode ter um ataque de pânico quando vê uma cobra. Porém, às vezes, os ataques de pânico ocorrem sem um motivo aparente. Além disso, os médicos não sabem por que motivo algumas pessoas têm ataques de pânico quando algo amedrontador acontece e por que algumas pessoas não têm.

Quais são os sintomas de um ataque de pânico?

Embora os ataques de pânico sejam desconfortáveis e assustadores, eles não são perigosos. Os sintomas aparecem rapidamente e desaparecem no prazo de 10 a 15 minutos.

Os principais sintomas são:

  • Medo e desconforto intensos que ocorrem subitamente

Além disso, a pessoa apresenta, no mínimo, quatro dos sintomas a seguir:

  • Dor ou desconforto no tórax

  • Sensação de engasgo

  • Tontura ou sensação de desmaio

  • Enjoo, ter dor no estômago ou diarreia

  • Dormência ou formigamento nos lábios e dedos das mãos

  • Sensação de que o coração está latejando ou acelerado

  • Sensação de falta de ar ou de que está sendo sufocado

  • Sudorese

  • Tremores ou espasmos

  • Medo de estar morrendo

  • Medo de está enlouquecendo ou perdendo o controle

  • Sensação de que as coisas ao redor da pessoa não são reais

Como o médico sabe que a pessoa está tendo um ataque de pânico?

O médico verifica se existe uma causa física para os sintomas. Por exemplo, se a pessoa está com dor no peito, o médico verifica se ela está tendo um ataque cardíaco. Caso os sintomas não tenham uma causa física, o médico suspeita de que há um ataque de pânico.

De que maneira o médico trata os ataques de pânico ou a síndrome do pânico?

Algumas pessoas melhoram sem tratamento. Já para outras, os ataques de pânico vão e voltam com o passar dos anos. O tratamento para os ataques de pânico e síndrome do pânico pode incluir:

  • Terapia, como terapia de exposição, terapia cognitivo-comportamental ou psicoterapia de apoio

  • Medicamentos antidepressivos

  • Medicamentos ansiolíticos

A terapia de exposição ajuda a diminuir o medo ao:

  • Expor a pessoa de modo gradativo e repetido àquilo que desencadeia os ataques, até que ela se sinta confortável com aquilo

  • Se a pessoa tiver medo de desmaiar, ajudá-la a praticar a sensação de desmaio causada ao respirar rapidamente, para que ela saiba que não vai de fato desmaiar durante um ataque de pânico

A terapia cognitivo-comportamental ensina a:

  • Não evitar situações que provocam ataques de pânico

  • Reconhecer quando os temores não são válidos

  • Responder ao ataque com respiração lenta e controlada ou por meio de outras técnicas de relaxamento

A psicoterapia de apoio inclui educação e sessões de psicoterapia, para oferecer à pessoa:

  • Informações gerais sobre o transtorno e seu tratamento

  • Esperança realista de melhora

  • Apoio que se origina de um relacionamento de confiança com o médico

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Reabilitação após amputação de membro
Após a amputação do braço, a maioria das pessoas são adaptadas a um braço artificial. Qual dos seguintes componentes de um braço artificial permite que uma pessoa controle os movimentos com mais precisão?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS