Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Bacteriúria assintomática

Por

Talha H. Imam

, MD, University of Riverside School of Medicine

Última revisão/alteração completa fev 2020| Última modificação do conteúdo fev 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A bacteriúria assintomática é um quadro clínico no qual um número de bactérias maior do que o normal está presente na urina, mas não há sintomas.

A bacteriúria assintomática é comum em certos grupos de pessoas, como aquelas que possuem cateteres inseridos na bexiga por um período de tempo prolongado. A bacteriúria assintomática não é normalmente tratada porque a erradicação das bactérias pode ser difícil e complicações são normalmente raras. Além disso, o uso de antibióticos pode alterar o equilíbrio de bactérias no sangue, algumas vezes permitindo que surjam bactérias mais difíceis de eliminar.

Did You Know...

  • A maioria das pessoas que têm excesso de bactérias na urina e não têm sintomas não devem ser tratadas.

Uma exceção é se a pessoa tiver um problema de saúde que torne uma infecção do trato urinário (ITU) particularmente arriscada. Tais quadros clínicos podem incluir

Por exemplo, uma infecção da bexiga (cistite) pode complicar seriamente a gravidez se subir para os rins e causar infecção renal (pielonefrite), levando a parto prematuro. Além disso, uma ITU pode danificar um rim transplantado. Uma ITU pode causar infecção potencialmente fatal da corrente sanguínea nas pessoas cujo sistema imunológico estiver suprimido por um medicamento ou distúrbio. Algumas vezes, o sistema imunológico se torna suprimido após quimioterapia para tratamento de câncer. A bacteriúria assintomática também é, algumas vezes, tratada em pessoas com certos tipos de cálculos renais que não podem ser eliminados (causando assim ITUs recorrentes) e em pessoas agendadas para a realização de um procedimento cirúrgico do trato urinário.

Como, geralmente, a bacteriúria assintomática não é tratada, os médicos geralmente não testam para identificá-la a menos que a pessoa tenha um quadro clínico que requeira tal tratamento. A bacteriúria pode ser confirmada por uma cultura de urina, na qual as bactérias de uma amostra de urina são cultivadas em um laboratório para identificar o número e o tipo de bactérias. Quando é necessário tratamento, terapia com antibiótico é administrada.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS