Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Considerações gerais sobre doenças da conjuntiva e da esclerótica

Por

Melvin I. Roat

, MD, FACS, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa dez 2019| Última modificação do conteúdo dez 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A conjuntiva é a membrana que reveste a pálpebra e se retrai para cobrir a esclerótica (a camada fibrosa resistente e branca que cobre o olho), até a extremidade da córnea (a camada transparente na frente da íris e da pupila – ver estrutura e função dos olhos). A conjuntiva ajuda a proteger o olho de pequenos corpos estranhos e de infecções provocadas por micro-organismos externos e contribuindo na manutenção da película lacrimal.

A doença mais frequente da conjuntiva é a inflamação (conjuntivite). Existem muitas causas de inflamação, incluindo

  • Infecções por bactérias (incluindo clamídia), vírus ou fungos (consulte Conjuntivite infecciosa)

  • Reações alérgicas (consulte Conjuntivite alérgica)

  • Produtos químicos ou corpos estranhos no olho

  • Exposição excessiva à luz solar

A conjuntivite é, normalmente, de duração relativamente curta, mas alguns tipos duram por meses ou anos. A conjuntivite de longa duração é frequentmente causada por alergias crônias, infecções crônicas (tracoma) e irritação crônica dos olhos que acontece quando a pálpebra está virada para fora (ectrópio) ou para dentro (entrópio), podendo também ser causada por determinados colírios ou devido a uma secura crônica. Seja qual for a causa, as pessoas com conjuntivite apresentam sintomas semelhantes, como vermelhidão e secreção. Alguns tipos de conjuntivite também podem causar prurido e irritação.

A esclerótica é a camada externa, resistente e branca do globo ocular. A esclerótica é quem dá ao globo ocular força estrutural e o protege contra invasões e rupturas. A esclerótica dificilmente fica inflamada (esclerite).

A episclera é uma camada fina de tecido sobre a esclerótica. A episclera contém vasos sanguíneos pequenos que fornecem nutrientes à esclerótica. Algumas vezes a episclera torna-se inflamada (episclerite).

O interior do olho

O interior do olho
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre os olhos
Vídeo
Considerações gerais sobre os olhos
Modelos 3D
Visualizar tudo
Ceratocone
Modelo 3D
Ceratocone

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS