Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Canaliculite

Por

James Garrity

, MD, Mayo Clinic College of Medicine and Science

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Canaliculite é a inflamação do canalículo (em geral causada por infecção). O canalículo (plural: canalículos) é um canal curto próximo do canto interno da pálpebra através do qual as lágrimas escoam para o saco lacrimal. (Cada olho possui dois canalículos, um para a pálpebra superior e um para a pálpebra inferior.)

A canaliculite pode causar lacrimejamento, secreção, olho vermelho e sensibilidade leve. Vermelhidão e sensibilidade são mais evidentes na parte da pálpebra próxima ao nariz. Os sintomas podem parecer com os da dacriocistite Dacriocistite Dacriocistite é a infecção do saco lacrimal, geralmente devido a bloqueio do canal nasolacrimal. O saco lacrimal é uma pequena câmara para a qual as lágrimas são drenadas. A causa... leia mais Dacriocistite .

De onde vêm as lágrimas

De onde vêm as lágrimas

Diagnóstico de canaliculite

  • Sintomas e exame médico

O médico estabelece o diagnóstico de canaliculite com base nos sintomas e nos achados durante o exame. Um material turvo pode ser removido do canalículo quando o médico espreme o canalículo ou o saco lacrimal.

Tratamento de canaliculite

  • Remoção do material infectado e irrigação por um oftalmologista

  • Compressas quentes e colírios com antibióticos

Um oftalmologista (médico especializado na avaliação e tratamento—cirúrgico e não cirúrgico—de doenças oculares) pode tentar retirar o material infectado do canalículo e depois irrigar o canalículo infectado com uma solução de antibiótico. Devem ser aplicadas compressas quentes e usados colírios antibióticos. Ocasionalmente, a infecção requer tratamento cirúrgico par remover qualquer bloqueio do canalículo.

Uso de colírios e pomadas oftálmicas

A pessoa que vai receber o colírio ou a pomada deve se inclinar para trás e olhar para cima. Com o dedo indicador limpo, a pálpebra inferior é gentilmente puxada para baixo para criar uma bolsa. As gotas são instiladas na bolsa formada pela pálpebra e não diretamente no olho. Ao usar pomadas oftálmicas, um pequeno filete de pomada é colocado na bolsa. O ato de piscar distribui o colírio ou a pomada pelo olho.

Uso de colírios e pomadas oftálmicas
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS