Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Excesso de vitamina E

(Intoxicação por Vitamina E)

Por

Larry E. Johnson

, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

A intoxicação por vitamina E é rara, mas ocasionalmente doses elevadas causam um risco de hemorragia, bem como fraqueza muscular, fadiga, náuseas e diarreia.

  • O maior risco da intoxicação por vitamina E é o sangramento.

  • O diagnóstico costuma ser feito com base nos sintomas da pessoa.

  • Interromper a ingestão de suplementos de vitamina E e tomar vitamina K, se necessário, resolve os sintomas.

A vitamina E (tocoferol) é um antioxidante: Protege as células contra lesões causadas pelos radicais livres, que são subprodutos da atividade celular normal e que participam das reações químicas com as células. Algumas destas reações podem ser prejudiciais. (Consulte também Considerações gerais sobre vitaminas.)

Muitas pessoas tomam suplementos de vitamina E para ajudar a prevenir certas doenças. Os suplementos de vitamina E não protegem contra distúrbios do coração e dos vasos sanguíneos. Não existe evidência convincente de que a vitamina E, mesmo em doses elevadas, retarde a progressão da doença de Alzheimer. Há controvérsias quanto a se suplementos de vitamina E protegem contra a doença de Alzheimer e discinesia tardia (movimentos involuntários repetitivos da boca, da língua, dos braços ou das pernas – que é um efeito colateral dos medicamentos antipsicóticos) e se aumentam ou diminuem o risco de câncer de próstata.

A vitamina E, assim como as vitaminas A, D e K, é uma vitamina lipossolúvel, a qual se dissolve em gordura, e é mais bem absorvida quando ingerida juntamente com alguma gordura. Boas fontes de vitamina E incluem óleos vegetais, nozes, sementes, verduras de folhas verdes e gérmen de trigo.

Muitos adultos ingerem quantidades relativamente grandes de vitamina E durante meses ou anos, sem qualquer dano aparente. Contudo, doses elevadas de vitamina E podem aumentar o risco de sangramento, principalmente em adultos que também estão sob tratamento com anticoagulantes (particularmente a varfarina), que tornam o sangue menos propenso a coagular. Ocasionalmente, os adultos que ingerem doses muito altas desenvolvem fraqueza muscular, cansaço, náuseas e diarreia.

O diagnóstico de intoxicação por vitamina E toma por base o histórico da pessoa com relação ao uso de suplementos de vitamina E e os sintomas.

O tratamento da intoxicação por vitamina E consiste na interrupção da ingestão de suplementos de vitamina E. Se necessário, é administrada vitamina K, que ajuda o sangue a coagular, parar o sangramento.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre vitaminas e minerais
Vídeo
Considerações gerais sobre vitaminas e minerais
O corpo humano precisa de várias vitaminas e minerais para se desenvolver. Muitos desses nutrientes...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS