Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Eritema nodoso

Por

Mercedes E. Gonzalez

, MD, University of Miami Miller School of Medicine

Última revisão/alteração completa mar 2018| Última modificação do conteúdo mar 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O eritema nodoso é uma forma de paniculite (inflamação da camada de gordura abaixo da pele) que provoca caroços (nódulos) vermelhos ou roxos sensíveis sob a pele, mais frequentemente na região das canelas, mas ocasionalmente nos braços e em outras áreas.

  • O eritema nodoso é geralmente causado por uma reação a um medicamento, por uma infecção (bacteriana, fúngica ou viral) ou por outro distúrbio como doença inflamatória intestinal.

  • Os sintomas típicos incluem febre, dor nas articulações, hematomas e nódulos vermelhos dolorosos característicos nas canelas da pessoa.

  • O diagnóstico é baseado nos sintomas e pode ser apoiado pelos resultados de radiografia do tórax, exames de sangue e uma biópsia.

  • As pessoas param de tomar os medicamentos suspeitos, as doenças ou infecções subjacentes são tratadas e a dor é aliviada por repouso em leito, medicamentos anti-inflamatórios não esteroides e, às vezes, a injeção de um corticosteroide.

Pessoas nos seus 20 e 30 anos, principalmente mulheres, estão mais propensas ao distúrbio.

Muitas vezes, o eritema nodoso é um sintoma de alguma outra doença ou é uma reação a um medicamento, mas a causa é desconhecida em até um terço das pessoas afetadas.

As causas mais comuns são:

Outras possíveis causas incluem certas infecções não estreptocócicas, diversos medicamentos (como antibióticos à base de sulfa e contraceptivos orais), gravidez, tuberculose, doença de Behçet e diversos tipos de câncer.

Sintomas

Os nódulos do eritema nodoso são sensíveis e surgem geralmente nas canelas, assemelhando-se a calombos e manchas roxas que, aos poucos, se alteram de uma cor rosada a vermelha ou violeta a castanho-azulada. Febre e dores articulares são comuns.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Algumas vezes, biópsia

Os nódulos doloridos costumam ser o principal sinal para o médico.

Às vezes, um nódulo é retirado e analisado ao microscópio (biópsia) para confirmação do diagnóstico.

Outros testes são realizados para detectar possíveis causas e podem incluir uma radiografia do tórax, exames de sangue e testes cutâneos para tuberculose.

Tratamento

  • Elevação das pernas e compressas frias

  • Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) para dor

  • Tratamento dos distúrbios de base

O eritema nodoso quase sempre se soluciona por si só, e os nódulos podem desaparecer em três a seis semanas sem tratamento. Repouso em leito, compressas frias, elevação das pernas e medicamentos anti-inflamatórios não esteroides podem ajudar a aliviar a dor causada pelos nódulos. Pode-se prescrever comprimidos de iodeto de potássio para diminuir a inflamação.

Os corticosteroides tomados por via oral são eficazes, mas são administrados somente como último recurso, pois podem piorar uma infecção subjacente, mesmo que ela ainda não tenha sido identificada.

Os medicamentos que podem provocar o eritema nodoso são interrompidos e as infecções ou distúrbios subjacentes são tratados. Se a causa da doença for uma infecção estreptocócica, a pessoa precisa tomar antibióticos, como a penicilina ou uma cefalosporina.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Câncer de pele
Vídeo
Câncer de pele
A pele é o maior órgão do corpo. Ela tem muitas funções importantes, incluindo a de proteger...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Eritema linear
Modelo 3D
Eritema linear

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS