Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Carcinoma de células de Merkel

(carcinoma neuroendócrino da pele; carcinoma da pele de células pequenas primárias; carcinoma de células trabeculares; APUDoma da pele; câncer de pele anaplásico)

Por

Gregory L. Wells

, MD, Ada West Dermatology, St. Luke’s Boise Medical Center, and St. Alphonsus Regional Medical Center

Última revisão/alteração completa mai 2019| Última modificação do conteúdo mai 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

O carcinoma de células de Merkel é um câncer de pele raro, que se espalha rapidamente, e que tende a afetar os idosos de pele branca.

Células de Merkel são células normais da epiderme (a camada externa da pele). Essas células funcionam principalmente como receptores de toque e produzem determinados hormônios. O carcinoma de células de Merkel é oriundo do crescimento descon­trolado das células na pele, que compartilham algumas características com células de Merkel normais.

O carcinoma de células de Merkel é diagnosticado com a idade média de 75 anos. O carcinoma de células de Merkel também afeta os jovens com sistema imunológico debilitado. A exposição ao sol aumenta o risco, assim como a possibilidade de ter um outro câncer. O poliomavírus de células de Merkel pode ser um fator contribuidor. Este câncer comumente se espalha para os linfonodos.

Sintomas

O câncer é geralmente um caroço duro, brilhante, da cor da pele ou vermelho azulado. Os cânceres tendem a crescer rapidamente sem causar dor ou sensibilidade. Embora o carcinoma de células de Merkel possa afetar qualquer parte da pele, é mais comum na pele que foi exposta ao sol com mais frequência (por exemplo, o rosto e os braços).

Diagnóstico

  • Biópsia

Faz-se uma biópsia para confirmar o diagnóstico de carcinoma de células de Merkel. Durante este procedimento, um pequeno pedaço de pele é retirado e examinado ao microscópio.

Na maioria das pessoas, o câncer já se espalhou quando diagnosticado; portanto, o prognóstico de carcinoma de células de Merkel é ruim.

Prevenção

Como o carcinoma de células de Merkel pode ser causado por exposição ao sol, as pessoas podem ajudar a prevenir este câncer adotando os seguintes procedimentos:

  • Evitar o sol: por exemplo, ficar na sombra, minimizar as atividades ao ar livre entre 10:00 e 16:00 (quando os raios do sol estão mais fortes) e evitar banhos de sol e o uso de bronzeamento artificial

  • Usar vestuário de proteção: por exemplo, camisas de mangas compridas, calças e chapéu de aba grande

  • Usar protetor solar: no mínimo, fator de proteção solar (FPS) 30 com proteção contra raios UVA e UVB usado conforme as instruções e reaplicado a cada 2 horas e depois de nadar ou transpirar, mas não usado para prolongar a exposição solar

Tratamento

  • Extração cirúrgica do tumor

  • Geralmente radioterapia e retirada dos linfonodos

  • Às vezes, quimioterapia

O tratamento do carcinoma de células de Merkel geralmente envolve cirurgia para remover o tumor, muitas vezes seguido por radioterapia, remoção ou biópsia dos gânglios linfáticos, ou ambos.

Se o câncer tiver se espalhado ou se houver reincidência, a quimioterapia pode ser recomendada.

Mais informações

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Piolhos púbicos
Vídeo
Piolhos púbicos
As áreas genitais de homens e mulheres maduros muitas vezes estão cobertos por tufos de pelos...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Eritema linear
Modelo 3D
Eritema linear

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS