Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Erva-de-são-joão

Por

Laura Shane-McWhorter

, PharmD, University of Utah College of Pharmacy

Última revisão/alteração completa fev 2019| Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A substância avermelhada nas flores da planta contém vários compostos biologicamente ativos, incluindo a hipericina e a hiperforina. (Consulte também Considerações gerais sobre suplementos alimentares.)

Indicações medicinais

A erva-de-são-joão é usada principalmente para aliviar os sintomas da depressão. Os resultados dos estudos variam, mas pode haver benefícios no tratamento da depressão breve leve a moderada. Em geral, alguns estudos mostram que a erva-de-são-joão pode beneficiar pessoas com depressão leve a moderada e pode ser tão eficaz quanto alguns antidepressivos tradicionais. No entanto, a erva-de-são-joão não é eficaz para depressão grave.

A erva-de-são-joão tem sido usada no tratamento de doenças de pele, incluindo psoríase, e do transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), mas sua eficácia no tratamento desses distúrbios não foi comprovada.

Possíveis efeitos colaterais

A erva-de-são-joão pode provocar maior sensibilidade à luz do sol. Outros efeitos colaterais incluem boa seca, sintomas do trato digestivo, fadiga, confusão e mania (em pessoas com transtorno bipolar).

As gestantes não devem tomar esse suplemento, porque ele aumenta o tônus muscular no útero e, portanto, pode aumentar o risco de um aborto espontâneo.

Possíveis interações medicamentosas

Um dos maiores problemas com a erva-de-são-joão é que ela pode interagir de maneira negativa com vários medicamentos (consulte a tabela Interações medicamentosas com a erva-de-são-joão). Essas interações podem levar a reações tóxicas ou à ineficácia do medicamento.

Tabela
icon

Interações medicamentosas com erva-de-são-joão

Medicamentos afetados

Interação

Benzodiazepínicos

A erva-de-são-joão pode reduzir a eficácia desses medicamentos, ao reduzir a ansiedade, e pode aumentar o risco de efeitos colaterais, como a sonolência.

Ciclosporina

A erva-de-são-joão pode reduzir os níveis de ciclosporina no sangue, tornando-a menos eficaz, com resultados possivelmente perigosos (como rejeição de um órgão transplantado).

Digoxina

A erva-de-são-joão pode reduzir os níveis de digoxina no sangue, tornando-a menos eficaz, com resultados possivelmente perigosos.

Ferro

A erva-de-são-joão pode reduzir a absorção de ferro.

Inibidores da monoaminoxidase (IMAOs)

A erva-de-são-joão pode intensificar os efeitos dos IMAO, causando, possivelmente, pressão arterial muito alta que requeira tratamento de emergência.

Inibidores de não nucleosídeo da transcriptase reversa

A erva-de-são-joão aumenta o metabolismo desses medicamentos, reduzindo sua eficácia.

Contraceptivos orais

A erva-de-são-joão aumenta o metabolismo desses medicamentos, reduzindo sua eficácia.

Omeprazol

A erva-de-são-joão diminui as concentrações séricas de omeprazol, o que reduz sua eficácia.

Medicamentos fotossensibilizantes (como amiodarona, naproxeno, sulfonilureias [como a glipizida] e antibióticos do grupo sulfonamida)

Caso seja tomada com esses medicamentos, a erva-de-são-joão pode aumentar o risco de sensibilidade ao sol.

Inibidores de protease (como o indinavir ou o saquinavir), que são usados para tratar a infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV)

A erva-de-são-joão pode reduzir os níveis de inibidores de protease no sangue, tornando-os menos eficazes.

Inibidores seletivos de reabsorção de serotonina (selective serotonin reuptake inhibitors, SSRI) (como fluoxetina, paroxetina e sertralina)

A erva-de-são-joão pode intensificar os efeitos desses medicamentos.

Antidepressivos tricíclicos

A erva-de-são-joão pode diminuir os efeitos desses medicamentos.

Varfarina

A erva-de-são-joão pode reduzir os níveis de varfarina no sangue, tornando-a menos eficaz, e a formação de coágulos mais provável.

Mais informações

  • Centro Nacional de Medicina Complementar e Alternativa (National Center for Complementary and Alternative Medicine) dos Institutos Nacionais de Saúde (National Institutes of Health, NIH): Erva-de-são-joão

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Raios X
Vídeo
Raios X
A tecnologia de raios X utiliza raios de alta energia que podem atravessar certos tecidos...
Exame de tomografia computadorizada (TC)
Vídeo
Exame de tomografia computadorizada (TC)
Um exame de TC é utilizado para detectar lesão em ossos e tecidos moles. Durante o procedimento...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS