Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Catarata congênita

(Catarata infantil)

Por

Christopher M. Fecarotta

, MD, Phoenix Children’s Hospital;


Wendy W. Huang

, MD, PhD, Phoenix Children’s Hospital

Última modificação do conteúdo out 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

A catarata congênita é a opacificação do cristalino presente ao nascimento ou logo após ele.

Catarata congênita pode ser esporádica ou causada por anomalias cromossômicas, doenças metabólicas (p. ex., galactosemia), infecções intrauterinas (p. ex., rubéola) ou outras doenças maternas durante a gestação. Catarata congênita também pode ser uma anomalia familiar isolada que é comumente herdada de maneira autossômica dominante.

A catarata pode estar localizada no centro do cristalino (nuclear), ou pode envolver o material do cristalino abaixo da parte anterior ou posterior da cápsula do cristalino (subcapsular ou cortical). Ela pode ser unilateral ou bilateral. Pode passar despercebida, a menos que seja avaliado o reflexo avermelhado ou realizada oftalmoscopia ao nascimento. Assim como em outras cataratas, a opacificação do cristalino obscurece a visão. A opacificação do cristalino obscurece a visão do disco óptico e vasos, o que deve ser avaliado pelo oftalmologista.

As cataratas são removidas mediante aspiração por meio de uma pequena incisão. Em muitas crianças, pode ser feito um implante intraocular de uma lente. No pós-operatório, a correção visual com óculos, lentes de contato ou ambos é, em geral, necessária para que seja alcançado um melhor resultado.

Após a remoção da catarata unilateral, a qualidade da imagem no olho tratado é inferior à do outro olho (pressupondo que este último seja normal). Como o olho melhor é o preferido, o cérebro suprime a imagem de qualidade mais baixa, e ambliopia se desenvolve. Portanto, é necessária terapia de ambliopia para que o olho tratado alcance uma visão normal. Algumas crianças não conseguem alcançar uma boa acuidade visual. Por outro lado, a visão de crianças que se submeteram a remoção das cataratas bilaterais, quando a qualidade da imagem é semelhante nos dois olhos, é, geralmente, desenvolvida de maneira igual nos dois olhos.

Algumas cataratas são parciais (lenticone posterior) e há opacificação durante os 10 primeiros anos de vida. Olhos com cataratas parciais têm melhor resultado visual.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS