Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Infecções entéricas sexualmente transmissíveis

Por

Sheldon R. Morris

, MD, MPH, University of California San Diego

Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

Vários patógenos—bacterianos (shigelose, infecção por Campylobacter ou infecção por Salmonella), virais (vírus A, B e C da hepatite) e parasitários (giardíaseou amebíase)—são transmitidos por práticas sexuais, em especial aquelas que facilitam a contaminação oral-fecal. Em ordem decrescente de risco, essas práticas são

  • Oral-retal

  • Anal-genital

  • Oral-genital

  • Intercurso genital-genital

Embora alguns dos patógenos bacterianos e parasitas anteriormente mencionados possam coexistir com ou causar proctite, geralmente produzem infecção do trato intestinal alto; os sintomas incluem diarreia, febre, edema, náuseas, dor abdominal. Múltiplas infecções são frequentes, especialmente em pessoas com muitos parceiros sexuais e que se envolvem em práticas sexuais que levam a contato oral-retal direto ou indireto.

A maioria desses patógenos podem causa infecções assintomáticas; infecções sintomáticas são a regra com Entamoeba dispar (anteriormente Entamoeba histolytica não patogênica), que é comum em homens homossexuais.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS
PRINCIPAIS