Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Ceratoconjuntivite flictenular

(ConjuntiviteFlictenular, Flictenulose)

Por

Melvin I. Roat

, MD, FACS, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última modificação do conteúdo ago 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

A ceratoconjuntivite flictenular, uma reação de hipersensibilidade da córnea e da conjuntiva a antígenos bacterianos, é caracterizada por discretas áreas nodulares na córnea periférica ou inflamação conjuntival.

A ceratoconjuntivite flictenular resulta de uma reação de hipersensibilidade a antígenos bacterianos, primariamente estafilocócicos, mas tuberculose, Chlamydia, e outros agentes também são implicados. Ela é mais comum em crianças. Muitos pacientes também têm blefarite.

As flictênulas aparecem como grupos de pequenos nódulos amarelo-acinzentados no limbo, na córnea ou na conjuntiva bulbar e persistem por vários dias a 2 semanas. Na conjuntiva, esses nódulos ulceram, mas cicatrizam sem formar sequelas. Quando a córnea é afetada, lacrimejamento intenso, fotofobia, dor e sensação de corpo estranho podem ser observados. A recorrência frequente, especialmente quando associada à infecção secundária, pode levar à opacidade corneana e à vascularização com perda da acuidade visual.

O diagnóstico é feito pelo aspecto clínico das lesões. Pode-se indicar testes para TB (p. ex., pacientes em risco).

O tratamento para causas não tuberculosas consiste em uma combinação tópica de antibióticos e corticoides. Se o quadro estiver associado à blefarite seborreica, esfregaços das pálpebras podem reduzir a taxa de recorrência.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS
PRINCIPAIS