Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Ferro

Por

Larry E. Johnson

, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences

Última modificação do conteúdo out 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família

O ferro (Fe) é um componente da hemoglobina, da mioglobina e de várias enzimas do corpo. O ferro heme, contido principalmente nos produtos animais, é muito mais absorvido que o ferro não heme (presente em plantas e grãos), o qual representa > 85% do ferro em uma dieta média. No entanto, a absorção de ferro não heme aumenta quando é consumido com proteína animal e vitamina C.

Deficiência de ferro

A deficiência de ferro é uma das deficiências de minerais mais comuns no mundo. Pode resultar de:

  • Ingestão inadequada de ferro, comum em bebês, meninas adolescentes e gestantes.

  • Má absorção (p. ex., doença celíaca)

  • Sangramento crônico, incluindo menstruação abundante e sangramento de lesões GI (p. ex., tumores)

O sangramento crônico decorrente do câncer de cólon é uma causa comum em pessoas de meia-idade e idosos.

Deficiência de ferro e anemia por deficiência de ferro são comuns entre corredores de elite e atletas de triatlo (1).

Quando a deficiência é avançada, desenvolve-se anemia microcítica.

Além de anemia, a deficiência de ferro pode causar picafagia (desejo de comer coisas que não são alimentos) e unhas em forma de colher, e está associada a síndrome das pernas inquietas. Raramente, a deficiência de ferro ocasiona disfagia decorrente da rede esofágica pós-cricoide.

O diagnóstico da deficiência de ferro envolve hemograma completo, medição dos níveis séricos de ferritina e ferro e, possivelmente, medição da saturação de transferrina (capacidade de ligação do ferro). Em estados de deficiência, os níveis de ferro e ferritina tendem a ser baixos, e a capacidade de ligação do ferro tende a ser elevada.

Raramente, quando o diagnóstico da deficiência de ferro permanece incerto, pode ser necessário examinar na medula óssea a quantidade de ferro.

O tratamento da deficiência de ferro envolve, se possível, a correção da causa (p. ex., tratamento de um tumor intestinal hemorrágico). Todas as pessoas com deficiência moderada ou grave de ferro e algumas com deficiência leve necessitam de suplementação.

Referência sobre deficiência de ferro

  • 1. Coates A, Mountjoy M, Burr J: Incidence of iron deficiency and iron deficient anemia in elite runners and triathletes. Clin J Sport Med 1-6, 2016. doi: 10.1097/JSM.0000000000000390.

Toxicidade do ferro

O ferro pode se acumular no corpo em razão de

  • Terapia com ferro em quantidades excessivas ou por muito tempo.

  • Repetidas transfusões de sangue.

  • Alcoolismo crônico

  • Superdosagem de ferro.

Sobrecarga de ferro também pode resultar da doença de sobrecarga (hemocromatose), um distúrbio genético potencialmente fatal, mas facilmente tratável em que se absorve muito ferro. A hemocromatose afeta > 1 milhão de norte-americanos.

Uma superdosagem de ferro é tóxica, causando vômito, diarreia e lesão no intestino e em outros órgãos.

O diagnóstico da toxicidade de ferro é similar ao da deficiência de ferro.

O tratamento da toxicidade de ferro frequentemente envolve deferoxamina, que se liga ao ferro e é excretada pela urina.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Bypass gástrico em Y de Roux
Vídeo
Bypass gástrico em Y de Roux
O processo digestivo começa na boca, onde a mastigação e saliva quebram os alimentos. A digestão...
Visão geral da doença de Wilson
Vídeo
Visão geral da doença de Wilson

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS